Beleza

Haskell lança sua primeira linha vegana com fruto amazônico Murumuru

05 ago 2019 • por Nina Kauffmann • 0 Comentários

Brasilidade e matéria-prima natural são os pilares que norteiam o trabalho desenvolvido pela mineira Haskell. Cruelty Free em seu DNA, a empresa promove muito mais do que simplesmente nutrir, restaurar, dar brilho ou volume aos fios. O propósito da marca é democratizar a beleza e dar voz às mulheres.  

A pioneira no segmento de Cosmética Natural acaba de lançar sua primeira linha vegana à base de Mururumu, fruto amazônico riquíssimo em vitaminas, que promete alta nutrição aos cabelos, garantindo tratamento intensivo graças ao seu alto poder de penetração na fibra capilar, preenchendo as fissuras e alinhando as cutículas. A linha é ideal para cabelos secos e desnutridos, e conta com shampoo, condicionador, manteiga hidratante, seiva nutritiva, óleo concentrado e polpa em creme. 

”Nunca vamos parar, queremos levar beleza e autoestima ao mundo inteiro. Nosso dom é fazer as pessoas mais felizes e bem com elas mesmas”, conta a Presidente e fundadora da Haskell Ana Márcia Senna.

Sobre a Haskell: 
Player no mercado da beleza desde 2000, a mineira Haskell traduz a palavra Mulher em 
força, superação, criatividade e autoestima. A marca, que nasceu da vontade de fazer diferente e ir além, hoje emprega mais de 3 mil pessoas espalhadas pelo mundo, se consolidou no mercado nacional e hoje detêm a fabricação de meia tonelada de produtos todos os meses.  Atualmente a Haskell possui 30 linhas com diferentes funções, dentre tratamentos, hidratação, nutrição, coloração, reconstrução, modelagem e reparação.

Encontre a Haskell: 
INSTAGRAM: @haskelloficial

Comente Aqui

Posts Anterior
Próximo Post