Moda, Novidades

Elie Saab: rebentos de esperança enviados de Beirute- Haute Couture Parisiense

25 jul 2021 • por Nina Kauffmann • 0 Comentários

A esperança é eterna, mesmo nos tempos mais difíceis: esta foi a mensagem que Elie Saab quis transmitir nesta temporada.
 
Durante a maior parte da pandemia, o costureiro permaneceu no Líbano natal durante um dos períodos mais conturbados da sua história, criando beleza embora o centro da capital tenha sido transformado num campo de ruínas há 10 meses por uma grande explosão de nitrato de amônia no porto vizinho.
 


Por isso, Saab intitulou a sua coleção Buds of Hope (ou Rebentos de Esperança), apresentando-a através de um vídeo filmado no estúdio. O clipe abre nos bastidores imaginários de um desfile de moda, no qual modelos esbeltas riem e conversam, ostentando vestidos florais de baile e descalças.
 
Depois, a ação desloca-se para um estúdio delimitado por uma colunata, iluminado pela luz do dia, ideal para apreciar os bordados transparentes, obras-primas da equipe cuidadosamente selecionadas pelo próprio Elie Saab.
 
“Estamos todos esperando que a primavera desabroche novamente no nosso mundo. É uma questão de tempo. Foi por isso que orvalhei a coleção com tantas pétalas e flores”, explicou o designer libanês durante uma chamada via Zoom na qual nos respondeu a partir do atelier.
 
Mesmo quando um vestido consistia em simples painéis de crepe da China em marfim, era decorado com peônias de chiffon, rosas de tecido e pétalas de tule. “Eu queria transmitir uma certa ideia de volume, razão pela qual estas penas foram tratadas como pétalas de rosa, depois delicadamente bordadas”, acrescentou Elie Saab, que tem surpreendido desde sempre.

O costureiro fenício optou por montar várias crinolinas reforçadas com leves armações internas para melhor suportar a sua visão. Tudo revelado através de um filme de moda poético, realizado por Felipe Sanguinetti, o fotógrafo e cineasta natural de Buenos Aires radicado em Paris.
 
Uma certa ideia de moda, clássica e moderna, que resulta em roupas que exigem uma grande ocasião, sejam destinadas para um bom casamento da sociedade, para um baile elegante ou  tapete vermelho. O ponto alto foi um soberbo vestido de noiva salpicado com cristais verde lima, que deve agradar às princesas do mundo inteiro.
 
Trata-se de uma coleção que contrasta fortemente com as dificuldades que o Líbano enfrenta atualmente. “Politica e financeiramente é muito difícil viver em Beirute. Mas temos de reconstruir e vamos fazer isso”, assegurou o designer libanês.
 


Assim como muitos designers internacionais, Elie Saab ainda não tem a certeza se será capaz de apresentar o seu prêt-à-porter durante a temporada parisiense em outubro: ele poderá ter até que abdicar do seu espaço no calendário oficial.
 
“Tenho muitas saudades de Paris. Me parte o coração”, suspirou. “Eu queria ir, mas prefiro adiar o meu retorno para janeiro. Por causa da variante Delta, tudo pode voltar a se tornar instável muito rapidamente”.

Comente Aqui

Posts Anterior
Próximo Post