Jóias

Nathalie Edenburg

27 set 2021 • por Nina Kauffmann • 0 Comentários

Cria do mundo da moda, Nathalie Edenburg quer, além de vender estilo, transcender os limites da arte. Mineira de Juiz de Fora e filha de ex-modelo e designer, Patrícia Teixeira, ela passou por grandes passarelas ao redor do mundo e emprestou seu rosto para marcas de peso como Christian Lacroix, Oscar De La Renta e DKNY. Sempre conectada à arte, após longa temporada morando fora do país, resolve empreender no mundo da joalheria e lança sua própria marca, a Nathalie Edenburg Art Jewelry. “A ideia sempre foi unir o universo da moda, com o qual trabalho desde sempre, com o da arte, minha grande paixão. As joias da minha marca têm o conceito de peças que são esculturas vestíveis”, conta Nathalie, que para a empreitada investiu em sua formação em ourivesaria, agregando técnicas e conhecimentos sobre a área.


Com pouco mais de um ano neste novo mercado, Nathalie já foi selecionada, entre outros artistas contemporâneos, para o mostrar suas vivências no livro Joias do Brasil, de 2019. Suas peças, que dialogam com as faces do feminino, também já foram vistas em personalidades como as atrizes Taís Araújo e Camila Pitanga, e as cantoras Elza Soares e Luiza Sonza. Representar as formas femininas é algo natural e intrínseco para a mineira. Segundo ela, isto está ligado ao seu inconsciente. Nathalie também é artista plástica. Aliás, a arte é sem dúvidas a sua ferramenta de expressão. Entre os destaques de sua carreira está a participação na Drive Thru Art, primeira exposição do mundo em formato drive thru, com obras de artistas brasileiros como Vermelho Steam, recentemente falecido.


Sua série de retratos How do I Feel Today, intervenção em que a artista fez 365 pinturas diferentes em um mesmo retrato seu retratando seu estado de espírito, foi exposta na galeria de Luís Maluf e na SPFW. A intervenção deu frutos maiores. Apaixonada por crianças, Nathalie fez do How do I feel Today um projeto social, levando oficinas de arte para crianças carentes, no intuito de despertar o talento e a habilidade dos pequenos por meio da descoberta da arte. Durante a pandemia, o mercado da moda precisou parar, mas o tempo de reclusão foi importante para a idealização de novas peças e o desenvolvimento de sua criatividade, já que todo o processo exige uma introspecção da artista. Recentemente a modelo e designer divulgou a sua coleção de jaquetas “Mamma’s Jacket” inspirada nos anos 80 e feitas de calças jeans recicladas e toalhas artísticas. Todas as peças são únicas e feitas à mão, uma co-criação com a Pomeriggio.

No mês de setembro, Nathalie Edenburg começou uma nova série de pinturas com formas que evidenciam o feminino, característica muito presente em suas criações. “Num fluxo intuitivo de expressão, permitindo-me ser guiada pelo meu trabalho em processo. As formas nascem de si mesmas e diante dos meus olhos”, diz a artista. Em 2020, aos 28 anos, Nathalie teve seu nome estampado na lista Under 30 da revista Forbes, destacada entre os brasileiros mais relevantes no mundo dos criadores e do empreendedorismo. Noiva do empresário Germano Lincoln, a modelo e artista sonha com a maternidade, mas também busca a expansão de seus limites artísticos e das narrativas que deseja criar com arte e beleza.

Comente Aqui

Posts Anterior
Próximo Post