Novidades

Adiar a comemoração do Dia das Mães para Agosto não foi bem recebida pelos varejistas

29 abr 2020 • por Nina Kauffmann • 0 Comentários

A proposta do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de adiar a comemoração do Dia das Mães de maio para agosto, por conta do novo coronavírus, não foi bem-recebida pelas principais entidades do varejo e da indústria têxtil. Para as varejistas associadas à Associação Brasileira do Varejo Têxtil (Abvtex), por exemplo, a tentativa de adiar as comemorações não faz sentido. 

“Esse é um evento nacional, já consagrado na sociedade brasileira e esperado pelas mães, especialmente em um momento tão sensível como este. Por isso, não faz sentido mudar a data agora, pois as cadeias de lojas já estão preparadas e com campanhas em curso para este Dia das Mães. Em alguns estados e cidades, as lojas físicas já estão operando e preparadas para esta data. As lojas das cidades onde o isolamento vigora prepararam seus e-commerces para a data que é a segunda principal do varejo brasileiro”, disse a entidade em nota. 

“Este é um momento delicado de distanciamento social e as mães esperam a celebração em reconhecimento a todo esforço feito pela família. Vale ressaltar que em agosto, data proposta para realização da comemoração do Dia das Mães, tradicionalmente, se comemora o Dia dos Pais”, completou a Abvtex. 

A Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), a Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomércio-SP) e a Associação de Lojistas de Shoppings (Alshop) também defendem a manutenção da data e a flexibilização da abertura do comércio antes do Dia das Mães. 

Comente Aqui
Posts Anterior
Próximo Post