Moda

Thigh Gap virou meta para as garotas obcecadas por magreza

03 abr 2020 • por Nina Kauffmann • 0 Comentários

A crescente obsessão pela magreza está tomando proporções cada vez mais perigosas. Depois da barriga negativa e doBikini Bridge, a nova onda agora é o Thigh Gap, um fenômeno em ascensão em diversos países. Em tradução livre o termo Thigh Gap quer dizer ‘espaço entre as coxas’, mas serve também para traduzir a obsessão de algumas garotas em adquirir, além de uma barriga chapada e um tamanho 34, um grande vão entre as coxas.

O movimento começou entre as adolescentes norte-americanas obcecadas com a perda de peso e ganhou força nas redes sociais. Mas perseguir esta silhueta pode levar à anorexia ou à depressão. “Esse espaço entre as coxas é realmente algo muito difícil de alcançar”, explica Barbara Greenberg, psicóloga de Connecticut, nos Estados Unidos, especializada em adolescentes, porque, segundo ela, é “uma questão de estrutura óssea” que poucas mulheres têm.

Mesmo assim, muitas meninas acreditam que para terem um corpo fisicamente perfeito é necessário que os músculos das coxas não se toquem quando os pés estão juntos. Quanto mais amplo o espaço entre as pernas, maior é o motivo para se orgulhar do feito.

A característica é até comum entre mulheres muito magras, que, por terem coxas muito finas acabam exibindo um espaço vazio entre as pernas. Acontece que para estas mulheres, esta é uma forma perfeitamente normal, é uma questão de estrutura corporal, de genética, e não da busca insensata por um corpo que exige sacrifícios extremos, colocando a saúde feminina em perigo.

Comente Aqui
Posts Anterior
Próximo Post