Moda

Dolce & Gabanna volta a ser membro da CNMI

08 jun 2020 • por Nina Kauffmann • 0 Comentários

Foi necessária uma pandemia para realinhar dois protagonistas da moda italiana, que estão mais uma vez jogando em equipe para apoiar o relançamento do setor. Depois de mais de 20 anos de separação, que data de 1998, a Dolce & Gabbana voltou a ser membro da Camera Nazionale della Moda Italiana (CNMI), anunciando o seu regresso ao calendário oficial da Semana da Moda de Milão.

A crise de COVID-19 virou todo o sistema de pernas para o ar, quebrando muitos tabus. E assim, na primeira edição digital da sua história, a semana da moda milanesa, rebatizada para a ocasião de Milano Digital Fashion Week, e programada de 14 a 17 de julho de 2020, acolherá um desfile da Dolce & Gabbana.

O desfile da marca, como a maisonexplicou ao FashionNetwork.com, está previsto para as 17h30 do dia 15 de julho, no Campus da Universidade de Humanitas, onde a marca apresentará o Uomo Pe 2021, diante de um número muito reduzido de convidados para cumprir com as novas normas de segurança.

Uma nova e importante peça do calendário da CNMI que confirmou a sua participação no evento virtual de quase 35 marcas, que terão cerca de 20 minutos para apresentar as coleções masculinas para o próximo verão.

A decisão da Dolce & Gabbana “surge num momento difícil para a moda e é o resultado dos fortes laços que os estilistas têm com o nosso país. Hoje, mais do que nunca, é importante estarmos unidos para criar um sistema e salvaguardar a nossa indústria única”, comentou Carlo Capasa, presidente da CNMI.
 
“A moda precisa agora, mais do que nunca, de uma forte positividade e unidade. Em um momento particular como este, pensamos que era importante e correto juntar forças”, disseram Domenico Dolce e Stefano Gabbana.

Comente Aqui

Posts Anterior
Próximo Post