Moda, Novidades

AMARO estreia vídeo protagonizado por mulheres transexuais em homenagem ao mês do Orgulho LGBTQIA+

28 jun 2021 • por Nina Kauffmann • 0 Comentários

A AMARO, RetailTech de lifestyle, estreia hoje, no Instagram da marca, um vídeo manifesto protagonizado por mulheres transexuais, moradoras da Casa Florescer, centro de acolhimento para mulheres transexuais e travestis de São Paulo. O conteúdo foi criado e produzido 100% pelo time de Marketing da AMARO e faz referência ao Dia Internacional do Orgulho LGBT, celebrado no dia 28 de junho. 

A iniciativa faz parte da campanha “Transformando Intolerância em Amor”, que consiste em reverter demonstrações de intolerância e preconceito em um ato de amor ao próximo. A empresa perdeu cerca de 15 mil seguidores no instagram depois de posts com casais homossexuais e, para transformar o episódio em uma ação positiva, doará R﹩ 15 mil para a Casa Florescer. 

O filme manifesto, produzido e gravado dentro da Casa Florescer, é protagonizado por seis mulheres – Deusdete Souza, 33; Angel Santos, 19; Sascha Santos, 22; Mariana Silva, 37; Giovana Barbosa, 22 e Rafha Colli 23 – que moram ou que já passaram pelo centro de acolhimento. Elas também fizeram a locução e interpretação da música do vídeo, tudo pensado para ser cru e verdadeiro. “É um vídeo delicado, sensível e emocional, que retrata essas mulheres em sua essência, com dores, fragilidades e potências, assim como todos os seres humanos. É um manifesto de respeito à diversidade”, explica Luciana Cardoso, diretora Criativa da AMARO. 

O texto da locução explora palavras com a raiz “trans” para traduzir o que os corpos transexuais sentem. “Meu corpo transporta sonhos, dores. Transpõem fragilidades, transpira potência. Meu corpo transparente merece ser visto, ouvido, celebrado. Meu corpo transcende, transborda o que eu sou. Transita por tudo o que é. Transpassa os véus que nos conectam. Meu corpo transmite a minha história e transcreve as histórias de outros corpos. Meu corpo trans, transporta toda a humanidade do mundo”. 

A gravação do filme foi além do seu objetivo de dar visibilidade às mulheres trans e ao mês do orgulho, foi um momento de celebração, divertimento e resgate à autoestima “Esse dia foi maravilhoso! É importante saber que existem pessoas que acreditam no nosso trabalho.”, conta Sasha, mulher trans, participante do vídeo e atendida pela Casa Florescer. “Me diverti muito, foi uma experiência inesquecível.”, completa Rafah Kollins, mulher trans que também está no filme e é atendida pela Casa. 

Para a campanha, a AMARO também lançou duas camisetas com a temática LGBTQIA +. O valor do lucro das camisetas será 100% revertido para a Casa Florescer ao longo do ano, não só no mês de junho. Os valores dos itens variam entre R﹩ 79,90 e R﹩ 89,90. 

Comente Aqui

Posts Anterior
Próximo Post