• Volume Maciço por Xico Gonçalves

    O “BOUFFANT” ESTÁ DE VOLTA Cabelos inflados apareceram nas coleções de inverno sinalizando a volta dos cabelões. A modelo Grace...

    Leia mais

  • Harper’s Bazaar Brasil agita Fasano em Ipanema

    Um dos selos de moda mais importantes do mundo a Harper’s Bazaar Brasil, que tem Patrícia Carta como Publisher, fez...

    Leia mais

  • VALENTINO ALTA COSTURA OUTONO INVERNO 2019/20 UMA ODE À BELEZA SINGULAR Por Xico Gonçalves

    Um desfile de brilhar os olhos. A celebração do único e do trabalho artístico da couture. Pierpaolo Piccioli não se...

    Leia mais

  • O apartamento de Coco Chanel foi a inspiração para desfile de alta costura em Paris esta semana

    No desfile da Chanel nesta semana de alta costura em Paris, colocou sua coleção em uma biblioteca inspirada na do...

    Leia mais

  • O preto reinou no desfile de alta costura da Dior

    Rolou nesta segunda-feira (1º de julho de 2019) o desfile de alta-costura da Dior, que faz parte da Semana de...

    Leia mais

Lázaro Ramos fotografa para a Reserva e fala sobre a relação com os filhos
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Moda

Para o Dia dos Pais, a Reserva convidou Lázaro Ramos a compartilhar sua visão sobre ser um “Pai Presente”, tema da marca para a data celebrada em agosto. Em um texto feito especialmente para a grife, o ator aborda a responsabilidade na criação dos filhos e o valor da construção de memórias significativas ao longo da vida. Confira, abaixo, o conteúdo na íntegra e assista ao vídeo em: https://www.youtube.com/watch?v=QBhfX94UOaQ.

“Quando eu penso sobre ser pai, pra mim tem a ver com que tipo de memória eu quero que meu filho tenha.

Meu pai foi um pai presente. Era um homem muito responsável e exemplar. Mas eu não entendia o que era a paternidade ideal. Tem uma coisa que sempre me intrigou: a ideia de que a mãe é a responsável pela criação dos filhos, e o pai ajuda. Como se a responsável fosse a mãe, e o pai um auxiliar.

Eu me sinto responsável. Ser pai ativo, pra mim, é uma bênção. Sei que eu não sou uma pessoa perfeita, eu não tenho todas as respostas, mas eu fico muito feliz quando os meus filhos me procuram com dúvidas. Eu vou aprendendo que às vezes eu não vou ter resposta pra eles, mas eu posso acolher, eu posso tentar descobrir junto.

O mundo, pro pai ativo, oferece alguns desafios. É um lugar cercado de medos. Depois que eu virei pai eu tenho medo de viajar de avião, de ser mau exemplo, de errar por excesso, de não enxergar alguma coisa. Às vezes cansa também porque a gente tem que estar atento o tempo todo. Tem um cansaço físico e mental, que é preciso falar também pra gente não entrar num formato de paternidade ideal.

O importante é criar boas memórias, elas vão ficar pra sempre. Como no dia que eu apertei a mão dele forte sem dizer nada, olhando fundo no olho dele, porque estava apreensivo pra entrar na escola. Ou quando ela conquistou alguma coisa num brinquedo do parquinho e eu celebrei. Pra ela ver que isso era uma vitória.

Ser pai é isso: Não dá pra ser perfeito. O que dá é pra ser presente”.   

Lázaro Ramos
11
jul
2019