Moda

Duzentos e cinquenta lojas da Victoria’s Secret fecharão permanentemente após a pandemia .

22 Maio 2020 • por Nina Kauffmann • 0 Comentários

A controladora da Victoria’s Secret, L Brands, informou na quarta-feira (20) que registrou sua terceira perda trimestral consecutiva e sua quarta queda consecutiva nas vendas (37%. Como muitas varejistas, seus resultados foram prejudicados pelo fechamento de lojas decorrente da pandemia de Covid-19. Diante desse cenário, a empresa decidiu fechar permanentemente 250 lojas nos Estados Unidos e no Canadá.

A decisão foi anunciada durante a conferência sobre os resultados de seu último trimestre fiscal, encerrado em 2 de maio, que teve lucro por ação de 99 centavos e receita de 1,65 bilhão de dólares. A L Brands, que também é proprietária da Bath & Body Works, reportou uma perda líquida de 296,9 milhões de dólares, em comparação com um lucro de 40,3 milhões de dólares no mesmo período do ano passado.

Além do fechamento permanente das cerca de 250 lojas nos Estados Unidos e Canadá ainda em 2020, a L Brands anunciou que também planeja fechar permanentemente 50 lojas de Bath & Body Works nos Estados Unidos e uma no Canadá.

Outros varejistas norte-americanos anunciaram movimentos semelhantes recentemente. A Pier 1 Imports disse que pretende fechar todas as suas lojas e a JC Penney informou que fechará definitivamente 242 pontos de venda, como parte de seus planos para sair da falência.

“Pretendemos abrir as lojas com cuidado, tomando medidas para garantir a segurança de nossos clientes e funcionários, e cumprindo as diretrizes do governo”, disse a L Brands, que espera reabrir a maioria de suas lojas no final de julho.

Comente Aqui
Posts Anterior
Próximo Post