• A Madeirado agora é Carioca

    Ontem ( 23/05)a Madeirado , maior loja de móveis de madeira maciça do Brasil, em plena expansão inaugurou sua primeira...

    Leia mais

  • Diesel arma uma festa de lançamento do novo smartwatch pilotada por Rafael Zulu

    No dia 21.05, terça-feira, a Diesel armou uma festa de lançamento de seu novo smartwatch pilotada pelo embaixador da marca...

    Leia mais

  • MIL E UMA UTILIDADES Por Xico Gonçalves

    CAMISA A camisa realmente é tudo. É a conexão de vários mundos, um consenso de se vestir elegantemente e ainda...

    Leia mais

  • Tarde de Estilo e Doação

    Ontem 16/05) foi dia de juntar forças em prol da Ong One By One , eu e Marta Isaksen convidamos...

    Leia mais

  • Rio Design Leblon Inaugura Exposição de Fotos

    O Rio Design Leblon comemorou nesta quarta-feira a inauguração da mostra de fotos do projeto Trends, com o tema Novos...

    Leia mais

Alfaiataria Moderna Por Xico Gonçalves
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Moda

A volta dos paletós abre uma boa perspectiva de acertar o presente do dia das mães.

Mulheres de qualquer idade e tipo físico precisam de um paletó no armário.

É uma das poucas peças que podem ser usadas o ano todo.

E as marcas de luxo se deram conta do potencial deste básico consagrado.

Se existe uma peça unanimidade nas passarelas das duas últimas temporadas da moda internacional, sem dúvida foi o paletó.

É a peça mais versátil do figurino moderno.

Veste bem em viagem, vira uniforme profissional e protege o corpo (e os decotes) em qualquer estação.

E o melhor de tudo é que “corrige” a estrutura do corpo por ser uma peça estruturada e com ombros retos.

Consegue até aumentar o tamanho das pernas, se a calça for de cor neutra e o paletó em tom de destaque.

E se na hora da compra existir uma calça ou saia no mesmo tecido, adquira sem pensar. O conjunto se transformará em um curinga tão perfeito quanto os trajes para os homens.

PALETÓ, VERSATILIDADE COMPROVADA

Quem já usou um paletó bem cortado sabe que esta é uma das peças mais versáteis do guarda roupa.

A estrutura dos ombros, recheada por pequenos enchimentos, o estilo de modelagem e o formato limpo diminui visualmente a largura dos quadris (além de tapar) e proporciona as mulheres a mesma autoridade e poder que o paletó empresta aos homens.

O PALETÓ PERFEITO

Forro

  • O forro deve ser em material macio, no mesmo tom e qualidade do tecido do paletó, com folga na bainha.

Gola

  • A gola deve encostar suavemente no pescoço e cair em “V” fechado.

Lapelas

  • Devem cair perfeitamente, sem franzidos, nem macias e nem rígidas.

Ombreiras

  • As ombreiras devem sustentar o ombro e o caimento da manga e ficar invisíveis no tecido do paletó.

Materiais

  • Os materiais clássicos são os melhores: lãs frias e gabardines, crepe, microfibra, tecidos com fio elastano.

Costas

  • Devem ter folgas suficientes, para o movimento dos braços.

Cores

  • Tradicionais que combinam com tudo e com todas as estações: tons de cinza, bege, camelo, marinho, marrom e o preto.

Entretelas

  • Importantíssimas. Devem ser adequadas ao tecido para não formar bolhas e nem ficar rígido.

Abotoamento

  • Botões na cor do tecido aceitam mais combinações.
  • O casaco precisa vestir bem abotoado ou não.

Bolsos

  • Bolsos bem colocados devem ter forros macios e nunca abrir.

Comprimento da bainha

  • O comprimento da bainha deve cobrir as nádegas até o início das coxas nas modelagens eternas.

Mangas

  • Devem cair natural, sem rugas, do ombro ao punho e presas na cava sem franzidos e costura impecável.

Comprimento punho

  • A bainha deve apenas roçar no dorso da mão ao dobra-la para cima.

OS TIPOS DE PALETÓS

TRADICIONAL

Como o paletó é um item que pode sobreviver a muitas estações a preferência deve ser para modelagens tradicionais, com lapelas moderadas, botões clássicos no tom que permitem o uso a qualquer hora e com qualquer combinação de roupas ou cores e tecidos de meia-estação, ideais para qualquer clima.

O paletó eterno no guarda roupa não pode ter modismos, golas trabalhadas, bolsos detalhados ou interferência de outra cor.

O investimento deve ser na qualidade do tecido e acabamento.

  • No formato tradicional (como a dos homens) o paletó sempre será elegante e útil vestindo bem qualquer formato de corpo.
  • A modelagem tradicional tem pequenas penses na modelagem para acomodar as curvas femininas. Pode ter o abotoamento simples ou traspassado.
  • A bainha deve ser reta, sem nenhuma curva e as entretelas bem fixadas ao tecido.
  • Se o paletó tiver talhos nas laterais ou atrás, devem cair retos fechando completamente.
  • As ombreiras nunca devem ser exageradas e nem marcar por fora.

PALETÓ AJUSTADO OU BLAZER

A forma é tradicional, mas ajustada por pences ou recortes mais fundos para aproximar o casaco do corpo. Geralmente são mais curtos.

  • Esta modelagem exige silhueta esguia. Pode expor o que não merece ser mostrado (especialmente em volta da cintura).
  • O formato destaca bumbum volumoso, busto extragrande, quadris largos e/ ou cintura grossa.
  • Favorece mulheres de pouca altura ou pouco busto.

PALETÓ CARDIGAN OU RETO

Reto como o cardigan, tem modelagem confortável e emagrecedora.

  • Paletós neste formato devem cair retos do ombro até a bainha.
  • Usados com peças ajustadas como a saia ou calça de cor semelhante ou igual, alongam e afinam a silhueta.
  • O comprimento ideal deve tapar as nádegas.
  • Tática para esconder quilos a mais em qualquer parte do corpo.
  • Podem ser usados com cintos para marcar a cintura.

PALETÓ CHEMISIER OU MILITAR (SAFÁRI)

Ideal para tecidos macios, quase sempre sem forro, pode ser usado com ou sem cinto.

  • Use em tecidos de algodão para o dia e sedosos para a noite.
  • Atenção ao excesso de bolsos e lapelas que criam volumes onde se posiciona.

    PARIS, FRANCE – FEBRUARY 28: A model walks the runway during the Off-White show as part of the Paris Fashion Week Womenswear Fall/Winter 2019/2020 on February 28, 2019 in Paris, France. (Photo by Pascal Le Segretain/Getty Images)

06
maio
2019