• Inauguração do Novo Complexo de Cinemas no Rio Design Barra

    — O Rio Design Barra inaugurou nesta quinta-feira(18/06) seu novo complexo de cinemas, operado pela rede Cinépolis . O espaço...

    Leia mais

  • Empresária e sócia-fundadora do Circuito Elegante, Priscila Bentes, lança livro na Livraria da Travessa de Ipanema.

    Empresária e sócia-fundadora do Circuito Elegante, Priscila Bentes lançou, nessa segunda-feira (17/06), seu livro “Can@lha.com”, na Livraria da Travessa de...

    Leia mais

  • Vanderbilt, socialite e modelo morre aos 95 anos

    Ela morreu em casa ao lado da família e de amigos, de acordo com o filho Anderson Cooper, âncora da...

    Leia mais

  • Wymann recicla sua história Por Paula Bedran

    Quem conhece Raquel Wymann, não imagina que ela é suíça (Raquel mudou para o Brasil há apenas dez anos e...

    Leia mais

  • A arte da superação

    A história de Abyner Gomez, de 23 anos, que começou a desenhar aos quatro anos Filho mais velho de um...

    Leia mais

Artefacto inaugura no Rio mostra de decoração inspirada nos cinco sentidos
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Eventos

Pode-se chamar de sexto sentido. Quando a Artefacto instituiu o formato “ambientes assinados” em seu showroom, mais de 20 anos atrás, o panorama, tanto do ponto de vista do consumo, quanto da percepção do mercado, era bem diferente da forma como se apresenta hoje – ou seja: o feito ajudou a reconfigurar o setor mobiliário no País. Pioneira em sua seara e sempre enxergando a concorrência pelo espelho retrovisor, a marca evoluiu a passos largos ao longo de suas mais de quatro décadas de história sem jamais desapegar do DNA handmade que carrega no nome e que sempre diferenciou seus produtos, até atingir a liderança em móveis outdoor no sul dos Estados Unidos, defendendo qualidade à toda prova embalada pela integridade do desenho.

Com relacionamento único com os arquitetos mais expressivos do trade, não à toa, a Mostra Artefacto transbordou das fronteiras corporativas para garantir um lugar de prestígio no calendário oficial das grandes exposições do setor. Com 20 lojas pelo Brasil e 3 nos EUA, depois de passar por São Paulo, o evento chega ao Rio de Janeiro no dia 31 de março, no Casa Shopping, com 29 profissionais que apresentam 19 ambientes. São propostas contemporâneas compostas, produzidas e arranjadas exclusivamente a partir do acervo da grife – uma lição de estilo e outra de atemporalidade. São soluções de interiores e área externa cuidadosamente elaboradas, atuais e plurais em diferentes leituras, mas interpretadas com certo savoir-faire que alinhava e caracteriza um lifestyle sofisticado e contemporâneo, pautado por formas e desejos orgânicos, para muito além da plástica: matérias-primas poderosas e sustentáveis recortadas em design cosmopolita, ergonomia impressionante, conforto, durabilidade irrepreensível e uma injeção de conteúdo que tem tudo a ver com os novos tempos.

“Na edição 2019 da nossa tradicional Mostra, convidamos alguns dos melhores arquitetos, decoradores e paisagistas para, cada qual à sua maneira, interpretar os móveis orgânicos e intemporais da Artefacto em projetos que têm como inspiração a visão, o olfato, a audição, o paladar e o tato. Esse exercício de olhar para dentro de si e de se compreender primeiro, para somente depois entender o resto do mundo (quase um sixth sense) aponta para o fato de que nunca vivemos tão interconectados, nem a comunicação se deu em tempo tão real. Everywhere”, explica Paulo Bacchi.

“Nesse contexto, os sentidos definem as experiências que temos na vida e as memórias que carregamos. Algumas são lembranças visuais, como recortes de um vídeo; outras podem ser engatilhadas por aromas que nos colocam em transe – ou pode ser uma música que te faz sorrir/chorar; talvez um sabor inesquecível de uma viagem idem; ou, com sorte, o abraço de quem te ama. As personas e suas interações consigo próprias, com os outros e com o planeta assumem o protagonismo nos ambientes inspiradores assinados por grandes profissionais”, finaliza o CEO do brand que, esse ano, aposta nos 5 senses como tema de sua expo que vai rodar todo o país em versões regionais.

Para a edição carioca, Alexandre Cardim, Aline Celles e Bethânia Rocha, Ana Lúcia Jucá, Babi Teixeira, Claudia e João Victor Brassaroto, Claudia Pimenta e Patricia Franco, David Defízio, Duda Porto, Emerson Araújo e Lenora Lohrisch, Fábio Bouillet e Rodrigo Jorge, Flavia e Bruna Sideris, Jacira Pinheiro, Leila Dionizios, Natália Paes e Simone Meira, Paola Ribeiro, Regina e Mariana Távora, Rogerio Antunes e Bernardo Schor, Sérgio Paulo Rabello e o Studio Ro+Ca, de Rodrigo Beze, Carlos Carvalho e Caio Carvalho convidam você a entrar sem bater em cenários feitos para sonhar e se inspirar.

Conheça os arquitetos e ambientes abaixo:

Alexandre Cardim

@ alexandrecardim_arquitetura

O projeto de quarto e living criado pelo arquiteto aguça múltiplos sentidos do visitante. O espaço, que remete aos famosos hotéis da Polinésia Francesa, explora a visão, audição, tato e olfato. De olhos abertos ou fechados, os materiais se fazem presente, em uma releitura dos bangalôs overwater. Uma paleta de tons claros compõe o ambiente, trazendo à tona o sentido da visão, que ainda é somada aos revestimentos e organização dos elementos no espaço. O barulho das ondas do mar, a essência exclusiva, e o toque do carpete, completam as sensações do ambiente.

Aline Celles e Bethânia Rocha

@ ab.arquiteturaeinteriores

A partir do sentido visão, o Loft criado por Aline e Bethânia aposta no impacto visual para surpreender. O projeto da dupla, que traz os móveis de pronta-entrada da Artefacto, traduz a funcionalidade, com ambientes interligados, sem deixar de lado a elegância. Living, quarto, spa, academia, cozinha funcional e sala de jogos são marcados pelos tons terrosos, beje e dourado, que já são marca da AB Arquitetura.

Ana Lúcia Jucá

@ analuciajucaarquitetura

“A vida é sensorial. O projeto estimula a percepção de sensações diversas através dos nossos sentidos”, conta Ana Lúcia Jucá, que apresenta um grande living com sala de jantar e home theater. Com um ar sofisticado e despojado, porém neutro para que os sentidos sobressaiam, o ambiente é inspirado em experiências de viagens e estilos musicais. Tudo foi pensado para estimular os sentidos e sensações através da visão – com o super painel de led que transmite imagens que dialogam com a música tocada no momento – audição, tato e até o olfato, com o perfume escolhido para a Mostra.

Babi Teixeira

@ babiteixeira

Os objetos da linha Home da Artefacto ganham ainda mais charme no espaço exclusivo criado por Babi Teixeira. Com a visão como ponto de partida, o ambiente é uma releitura do projeto anterior assinado pela arquiteta. O living integrado com a mesa de jantar e dois lavabos trazem cores neutras e sóbrias, dando destaque aos acessórios expostos.

Claudia e João Victor Brassaroto

@arqdesignbrassaroto @claudiabrassaroto @ jvabrassaroto

Mãe e filho apresentam a integração dos cincos sentidos apostando que um complementa o outro. A inspiração veio da natureza, onde todos os fatores sensoriais se manifestam. Dividido em três ambientes, o projeto traz um luxuoso loft que inclui espaço para degustação de bebidas e sala de jantar que faz as vezes de galeria de arte. Espelhos estão presente no decor representando a visão, o tato nas diferentes texturas dos materiais, o paladar surge na mesa bar, a audição na música ambiente e o olfato no aroma das plantas e a essência da Artefacto.

Claudia Pimenta e Patricia Franco

@claudia_pimenta @patyfranco72

A dupla trabalha as sensações urbanas, em uma mistura de cores, luzes, e materiais que remetem ao skyline da cidade. O hall de boas-vindas, integrado com o living, sala de jantar, e a área íntima com suíte são inspirados em grandes centros urbanos, como Nova Iorque, Tóquio e Singapura. A base das cores é feita em verde, cinza, branco e tons de metais. O espaço instiga o toque com elementos que convidam a sentir o ambiente com as mãos. Destaque para as correntes das luminárias e as texturas dos tapetes e papéis de parede.

David Defízio

@daviddefizio_arquiteto

O badalado litoral dos Hamptons, em Nova Iorque, foi a inspiração para o arquiteto criar o cenário de uma casa de praia. A mistura dos sentidos que temos aos estar perto do mar, o cheiro, o toque da areia e o barulho das ondas permeiam o projeto. Para compor o ambiente, móveis da linha Beach & Country, base de madeira natural e cores em tons de cinza.

Duda Porto

@dudaportoarquitetura

Responsável pelas área externa da Mostra Artefacto, Duda Porto criou dois ambientes a partir da relação do tato com a arquitetura. O espaço, salas de estar com sofás, mesas de centro, poltronas e chaises, traz um muro verde, dando a sensação de que a natureza está inserida no ambiente. Para Duda, a arquitetura transporta as pessoas para uma série de lugares e emoções ainda poucos explorados e esse foi o ponto de partida para a criação. As diferentes texturas e materiais usados, além do vento e do cheiro das plantas criam um equilíbrio de sensações para quem está presente.

Emerson Araújo e Lenora Lohrisch

@araujolohrisch_arq

Inspirada pelo poema “A poética do espaço”, do arquiteto e poeta francês Gaston Bachelard – que traz em sua obra uma reflexão de como os espaços se apresentam através do homem – a dupla apresenta no projeto a combinação entre a visão e o tato, usando a sinestesia. O ambiente é composto por sala de estar ampla, sala de jantar, quarto e home office. Visando o aconchego de uma residência e equilibrando a sofisticação com a realidade do dia-a-dia, Emerson e Lenora usaram madeira, espelhos, tecidos de fibras naturais, iluminação pontual e tons quentes.

Fábio Bouillet e Rodrigo Jorge

@artis_design / @rodrigojorge / @bouillet

A dupla de arquitetos, reconhecida pelos projetos cosmopolitas, apresenta um loft para um morador descolado com uma vida agitada de um grande centro urbano. Mas ao mesmo tempo um ambiente onde ele pode desfrutar de conforto, sofisticação e descontração. Nesse loft completo é possível levar a vida do dia-a-dia e também receber amigos para happenings em um ambiente cheio de personalidade. A visão foi o sentido escolhido e está representado na diversidade de materiais, como cerâmica, madeira, metal e mármore, e texturas do projeto, que juntos trazem ao olhar do morador conforto, satisfação e a sensação de acolhimento.

Flavia e Bruna Sideris

@fbinteriordesign / @flaviasideris / @brunasideris

O ambiente criado pela dupla é uma sala ampla, que se divide entre estar e jantar e aposta na visão para transmitir bem estar. Para Bruna e Flavia é o sentido mais aguçado quando o assunto é decoração de ambientes e pode ser explorado em diversas cores e formatos. As arquitetas também usam e abusam das texturas, como tapetes, cortinas, sofá e almofadas, onde cada mobiliário é revestido com um toque distinto, priorizando tecidos nobres como veludo, boucle e linho.

Jacira Pinheiro

@jacirapinheiro.arquitetura

Trabalhando a visão como forma de transparecer o aconchego à primeira vista, a arquiteta apresenta uma sala de campo, o lugar ideal para receber amigos, curtir a família ou ler um livro. Um ambiente mais rústico, inspirado na natureza, traz a madeira no piso e na parede, é composto por lareira, linho nos tecidos e cores neutras, que dão um ar de tranquilidade e trazem suavidade ao ambiente. A iluminação suave e focada para os pontos de leitura também é destaque no projeto.

Leila Dionizios

@leiladioniziosarqinteriores

“A visão é um dos sentidos que nos dá acesso à alma das pessoas. Acreditamos que a arquitetura de interiores também é uma arte, pois através de nosso trabalho conseguimos gerar emoções e sensações aos nossos clientes”, é a partir dessa frase que Leila Dionizios explica a escolha da visão para o seu loft na Mostra Artefacto. Inspirado nas cidades cosmopolitas, o espaço traz o cinza combinado com tons de verde reforçando a sobriedade de um ambiente contemporâneo. Detalhes retrô trazem à memória lembranças antigas e fazem o contraponto com as peças elegantes e atuais da Artefacto.

Natália Paes e Simone Meira

@mpa.arquitetura

Em um loft inspirado nas regiões de montanhas, que trazem tranquilidade, aconchego e um ótimo ambiente para meditação, a dupla aposta em iluminação e cores que transmitem o bem estar físico e emocional. Explorando a visão e o tato, Natália e Simone relacionam diretamente os sentidos com o trabalho de arquitetura e decoração de interiores. Uma mistura de revestimento na parede, como pedras, tijolos, madeira e espelho, e o encontro de piso com o tapete trazem à tona os sentidos escolhidos.

Paola Ribeiro

@paolaribeiroarqinteriores

O living criado pela arquiteta é versátil e se encaixa tanto na praia quanto na serra. Aconchegante, tem o tato como o sentido que guia o projeto através da diversidade de texturas que promovem sensações distintas, como as paredes de pedra rústicas e painéis de madeira. Cores claras e elementos naturais fazem do espaço um lugar para relaxamento.

Regina e Mariana Távora

@ rmtavoraarquitetura / @reginatavora / @marianatavora

Mãe e filha entendem a visão como o sentido de maior ligação com a arquitetura, e acreditam que o projeto deve evidenciar as experiências de equilíbrio entre todos eles. O loft, composto por quarto, sala e copa integrados, é um espaço de abrigo natural, capaz de oferecer toda a qualidade de sua multifuncionalidade, com desenho de interiores de alto padrão e que não se distancia da natureza, representada pela árvore no centro do ambiente. A parede do lounge, com diferentes aspectos, é trabalhada com madeira, tijolo e textura, estimulando os sentidos. A ideia é harmonizar a extrema sofisticação do design de cada produto com toda a complexidade, diversidade e exuberância da natureza.

Rogério Antunes e Bernardo Schor

@ antuneseschorarquitetos

A dupla trabalha com a visão, que abrange a percepção das diversas informações contemporâneas com inspiração clássica. A vitrine de entrada da loja representa a humanização do espaço no conceito de lounge e tem iluminação através de frisos de leds em neon fixados no teto, permitindo a contemplação do pé direito duplo. Os tons de preto, areia claro e chumbo predominam no ambiente, que tem como destaque um grande sofá em L. Os arquitetos trabalham ainda com a ilusão de ótica através de um papel de parede tridimensional, fazendo um tributo aos retalhos de madeira no fiel estilo renascentista.

Sérgio Paulo Rabello

@ sergiopaulorabelloarquiteto

Tendo como ponto de partida o apartamento de um ceramista, o arquiteto escolhe o tato como o sentido a ser explorado. O espaço rústico e ao mesmo tempo contemporâneo, tem a arte como seu ponto forte e faz as vezes de ateliê também. Cinza, verde e laranja predominam nas cores. As paredes com texturas no mesmo sentido e aparência similar aos vasos da coleção do artista dão o tom do ambiente, que traz ainda madeira de cerejeira e porcelanato. As cores utilizadas para base são cinza, verde e laranja.

Studio Ro+Ca

@ studioroca

Carlos Carvalho, Rodrigo Béze e Caio Carvalho usam a visão na intenção de mostrar que este é o sentido que nos dá a referência de um espaço acolhedor. O quarto de hotel planejado pelos arquitetos foi criado para deixar o hóspede mais à vontade possível. As cores azul, verde, marrom e cinza integram a paleta do ambiente, e juntas com a iluminação baixa, uso de madeira no piso e em paredes, dão a sensação visual de aconchego.

 

 

SERVIÇO

Mostra Artefacto 2019 – Rio de Janeiro

Abertura ao público: domingo, 31 de março, das 15h às 21h

Funcionamento da loja: segunda a sábado das 10h às 22h. Domingos das 15h às 21h

31
mar
2019