• Farm desfila coleção de fantasias pelo bairro de São Cristóvão

    Chegou a notícia fashion mais esperada do Carnaval! A Farm desfilou as famosas – e super desejadas – fantasias para os dias de folia no seu Abre Alas, que rolou...

    Leia mais

  • Inspiração de Make para o Carnaval

    Oi gente !!! Animadas para o Carnaval ? Neste finde já vão sair alguns blocos na Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro . Fiz uma seleção de makes...

    Leia mais

  • Em crescimento, mercado de beleza masculina aposta na Barbaterapia como novidade para 2018

    O mercado de beleza masculina está em alta e não faltam produtos e procedimentos para agradar os homens que gostam de manter a pele, a barba e os cabelos bem...

    Leia mais

  • Daniel Geller o top fotógrafo dos Joalheiros

    A fotografia me hipnotizou pela primeira vez quando eu tinha onze anos e vi uma foto do meu pai, jogando xadrez com ele mesmo, em um simples truque de dupla...

    Leia mais

  • Os Golden Globes e as Jóias

    Os Golden Globes e as Joias No ultimo domingo na festa dos Golden Globes , as mulheres tomaram conta do premio. Todas usaram preto em solidariedade ao movimento contra o...

    Leia mais

A Moda do Chá Revelação by Monique Leite
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Festas, Kids, Novidades

Hello bloguetes,

Esse post vai especialmente para as gravidinhas de plantão e para quem pretende ter um bebê em breve. Como sempre, estamos seguindo o rastro das estrangeiras no quesito internet. Tudo que é lançado lá fora e cai na rede vira sensação por aqui tb no Brasil, né?
Vc já escutou falar em Chá Revelação ou Baby Gender Reveal?
Bem, na época do Eduardo e Théo não exista, ou melhor, se existia eu não conhecia.
Chá Revelação não tem nada a ver com Chá de Bebê ou o Chá de Fraldas que todo mundo conhece faz tempo. Como o nome mesmo sugere, esse é um momento de revelação do sexo do bebê e não uma festa para recolher fraldas ou celebrar a chegada do bebê que costuma ser em breve. Como assim, Nique? Vou explicar…
Quando engravidamos, logo de cara vem a pergunta: “Será menino ou menina?”
E a dúvida paira no ar, recorremos a algumas simpatias, nos prendemos na idéia de que se enjoar no início da gestação é menina, se nossa pele fica bonita é menino e por aí vai. A gente escuta cada história rsrsr. O fato é que nada disso é comprovado cientificamente, né? Para termos certeza só fazendo um exame de sangue chamado Sexagem Fetal, ou então esperar para conseguir saber através do ultrassom lá por volta das 17 semanas. A nossa sorte é que hoje temos a possibilidade de descobrirmos cedo, diferente de alguns anos que nada disso existia e só era possível saber no dia do nascimento. Minha mãe só soube que eu era menina quando nasci.
Bem, mas onde entra o tal Chá revelação nessa história, Nique?
O Chá entra para celebrar com suspense a chegada do menino, da menina ou de gêmeos, trigêmeos. A mamãe pode fazer o exame de sangue ou esperar o ultrassom. Por aqui eu fiz exame de sangue quando estava com 9 semanas, a curiosidade era grande. Assim que o resultado saiu eu não abri e o entreguei fechado para a Georgia, uma super party planner aqui do Rio de Janeiro. Apenas ela ficou sabendo do resultado e se encarregou de organizar tudo. Entrou em contato com a cake designer para que ela fizesse o recheio do bolo com a cor do sexo do bêbe (rosa ou azul), encomendou as flores, os doces, toda a decoração com o tema de bigode ou laço entre outras coisitas mais. Preparou tb uma super bola com papéis laminados dentro que tb teriam a cor da surpresa e ainda encomendou os foguetes que seriam estourados no momento da revelação. Essa sem dúvida foi a parte mais esperada e emocionante de todo o Chá.
O vídeo do Chá Revelação da Antonia, vcs podem ver no You Tube no link abaixo:

Bem, vamos as fotos? No final do post colocarei o nome de todos os fornecedores responsáveis por tudo acontecer.

Nossa mesa linda, decorada pela querida Georgia Festas. Do jeitinho que sonhei!!!!

Objetos decorativos, móveis, boleira, jarras, doceiras, tudo alugado na Decoranda.

Forminhas dos doces da Gsweet Decor…

Cupcakes da Donna Carola…

Bolão com a revelação da Gsweet Decor…

Biscoitos da Déias Idéias…

Personalizados maravilhosos desenvolvidos pela Captain Colors. Dentro tinha um item surpresa.

Pirulitos tb da Déias Idéias e Palha Italiana da Donna Carola.

Flores lindas escolhidas pela Georgia e Brownies deliciosos da Cakeria Brownie…

Minha barriguinha já apontando…

Pôr do Sol mais emocionante de todos

E agora, o que será?

É meninaaaaa!!!! Que surpresa maravilhosa! Agora tb viveremos um mundo cor de rosa!!!


Nosso bolo da Monica Mello Cake Designer… Laço ou Bigode?

É rosa!!!

Pirulito de laço…

Bem, selecionei tb alguns dos Chás Revelação mais lindos da internet. Vejam só quanta inspiração bacana…

Tiro na caixa:

Glitter rosa ou azul?

Fumacinha colorida:

Bolo surpresa:

Vamos a lista de fornecedores e contatos:

Georgia Festas

Gweet Decor

Déias Idéias

Monica Mello Cake Designer

Donna Carola

Macarons La Patiss

Cakeria Brownies

Karin Schaly Fotógrafa

E aí, gostaram? Muitas idéias, né? Tenho certeza que vcs verão ainda muitos Chás por aí.
Xoxo,
Monique Leite

27
nov
2017
Moda Infantil Delivery- DonaMaleta por Monique Leite
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Kids, Moda, Novidades

Olá manhês,

Vcs já ouviram falar em moda infantil delivery? Dia desses conheci um serviço muito bacana que chegou aqui em casa através de uma maleta recheada de roupinhas personalizadas para os meus filhos. Eu achei tão bacana não precisar sair de casa para comprar, não desperdiçar meu tempo em shoppings e nem cansar meus filhos em lojas. Achei maravilhoso receber vários lookinhos montados com a cara dos meninos e ainda ter o conforto de experimentar tudo em casa, sem pressa. Vou explicar como funciona pois tenho certeza que a maioria das mães acha um saco sair pra comprar roupinha com os pequenos, né?

E com vcs, DonaMaleta 😉

– A Idéia:

A inspiração para criar DonaMaleta nasceu quando a Joana Aguiar, que é mãe, começou a vivenciar o corre-corre da vida materna aliando a tarefa de esposa e profissional. Trabalhando no mercado financeiro, com pouco tempo para conciliar tudo, encontrou dificuldades para renovar o guarda-roupas de sua filha. Então pensou em algo que tornasse esse momento mais fácil, agradável e divertido. Mais tarde, Joana se juntou a sócia Flávia Leite que tb é mãe ( 3 filhos) e é Cirurgiã Dentista, para juntas deslancharem essa idéia maravilhosa.

Sabemos do tempo que se gasta quando se quer aliar conforto, qualidade e bom gosto. São horas desperdiçadas em cabines de shopping que poderiam ser aproveitadas no parque, no teatro, no cinema ou no lanche, estendendo os momentos de convivência entre os pais e seus pequenos. De um lado, pais chateados com engarrafamento, estacionamento, lojas cheias… Do outro lado, as crianças agitadas e incomodadas com a situação, querendo só entrar nas lojas de brinquedos e pedindo para de ir ao banheiro.

– O negócio:

A DonaMaleta oferece roupas e acessórios para meninos e meninas de 1 a 10 anos. As peças passam por rigorosa curadoria, no intuito de garantir não somente qualidade, mas também conforto e estilo.

“Nos orgulhamos em oferecer produtos de todo o Brasil.”, relatam Joana e Flávia. Atualmente trabalhamos com 32 parceiros, dentre eles ateliês, confecções, malharias, designers de brinquedos e acessórios. Respeitando o estilo de cada marca, conseguimos criar looks únicos e belíssimos que contribuem para o sucesso do negócio.

A Maleta enviada ao cliente é 100% personalizada. Flávia diz que antes de selecionar os produtos que irão compor os looks, é feito um bate papo com o responsável sobre o perfil da criança. É importante conhecer o jeito como uma criança gosta de se vestir, sua forma de se expressar e demonstrar a sua personalidade. Consideramos indispensável conhecer e respeitar as individualidades de cada uma. Não existem duas crianças iguais, por isso cada maleta é única, diz Joana.




20
out
2017
Ensino Bilingue como opção por Monique Leite
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Kids, Novidades

Oi gente!!
Quem me acompanha no Instagram viu que falei sobre um assunto de extrema importância para nós pais: Educação. O que pode ser mais valioso do que um ensino de qualidade para os filhos? É um sonho para qualquer mãe ter um filho com uma carreira estável e bem resolvido profissionalmente no futuro, né? E foi pensando no melhor para os meus gêmeos que decidi mudá-los de escola. Antes de tomar essa decisão, pesquisei bastante sobre a filosofia pedagógica das escolas e sobre o ensino bilingue.

Mas Nique, conta pra gente o que faz uma escola ser considerada bilingue? Bem vamos por partes.

Vc sabe o que é bilinguismo?
Segundo o dicionário, bilinguismo é o uso concomitante de duas línguas por um falante, ou grupo, com igual fluência ou com a proeminência de uma delas.

Bem, ser bilingue não é falar outro idioma, mas sim pensar em outro idioma da mesma forma que pensamos com a nossa língua materna. Uma pessoa pode ser considerada bilingue quando a segunda língua é inserida de forma natural em seu vocabulário, quando não tentamos traduzir o outro idioma para a língua portuguesa, por exemplo. Estudos recentes comprovaram que crianças expostas desde cedo a dois ou mais idiomas desenvolvem maior velocidade de raciocínio e conseguem aprender mais rápido. Bem, e foi esse foi o grande motivo que fez correr para colocar meus filhos em uma escola bilingue. Edu e Théo completam 4 anos esse mês de julho e de acordo com vários estudos, o ideal é que a criança comece a ter contato com outra língua a partir de 3 anos. Quanto mais tarde deixarmos, mais difícil será para se conseguir a fluência natural em outro idioma.
Aqui em casa sempre ensinei várias palavras e os meninos aprenderam bem rápido. Sabem os números, as cores, as frutas e várias palavras do cotidiano como bom dia, boa noite, entre outras. Os estímulos tb são enormes hoje em dia já que o contato com Ipad e outras mídias é bem grande. Percebi que eu não poderia perder essa oportunidade que seria crucial para o futuro deles. Eu mesma sempre estudei inglês e francês desde a minha adolescência e confesso esquecer com muita facilidade. Aí sempre que viajo, procuro retomar minhas leituras e relembrar algumas palavras antes. Me viro no inglês e confesso ser muito melhor no francês porém não me considero fluente, muito menos bilingue. Aí está a grande diferença: ou vc aprende outro idioma ou vc aprende em outro idioma.

Edu e Théo aprendendo as formas no Ipad.

Existem muitas escolas na qual as crianças possuem contato com outro idioma desde bem novas, porém na educação infantil, em geral, o bilinguismo é marcado pela imersão escolar no segundo idioma e, após a alfabetização em português, o ensino fundamental tem de 25% a 33%, no mínimo, das horas-aula na segunda língua. “Não são classes de inglês, mas aulas em inglês”, afirma Fernanda Nyari, presidente da OEBi e dirigente da Kampus School. “Tem aumentado a quantidade de escolas que dizem ser, mas que não são necessariamente bilíngues. Por isso sempre visitamos as escolas antes de oficializar o ingresso na nossa organização.”
E seguindo o rastro do ensino bilingue, fiz uma seleção das escolas bilingues no Rio de Janeiro. Vejam só:

​1​Escola Americana
​2​Escola Britânica
​3​Maple Bear Canadian School
​4​Escola Alemã Corcovado
​5​Escola Suíço Brasileira
​6​Colégio Internacional Everest
​7​Lycée Molière
​8​Our Lady of Mercy
​9​Rio International School

Algumas escolas se intitulam bilingues quando na verdade não são. Escolas bilingues como disse acima vivenciam um sistema de imersão na língua estrangeira desde o início da vida acadêmica da criança e não apenas algumas horas de ensino em outro idioma. Ter apenas 30 minutos de aula diária em inglês, por exemplo, não basta para que uma criança pense em outra língua concomitantemente com a língua mãe.
Bem, se vc tem interesse no ensino bilingue para seu filho, procure antes de tudo conhecer a metodologia de ensino da escola. Apesar do bilinguismo, as escolas não são iguais. Cada uma segue uma linha de pensamento. Vale muito a pena visitar as escolas de interesse e saber qual delas se encaixa no perfil de cada família, em qual delas seu filho se sentirá mais em casa em um ambiente aconchegante e feliz.

Dúvidas, deixem nos comentários.
Xoxo,
Monique Leite

14
jul
2017
1 2 3 6