• Temporada de Plumas Por Xico Gonçalves

    Antes sinônimo de glamour- e mais indicado para uso em eventos sofisticados, plumas e penas agora se propõe a uma...

    Leia mais

  • Casamento de Klebber Toledo com Camila Queiroz

    Klebber Toledo e Camila Queiroz, que oficializaram a relação no civil no último sábado (16/6), divulgaram fotos do álbum de...

    Leia mais

  • Gola Em Alta Por Xico Gonçalves

    Duas peças best-sellers dos anos 1960 pintaram em passarelas influentes como a de Balenciaga e na Prada. Prepare-se para a...

    Leia mais

  • Decor por Carlos Lamoglia para Sunset no Ilha Pura

    Ontem foi dia de Sunset Party no Deck do Ilha Pura na Barra da Tijuca. O evento contou com apoio...

    Leia mais

  • Happy hour de celebraçåo do Ilha Pura, um empreendimento da Carvalho Hosken

    Uma tarde aprazível, marcou o happy hour de celebraçåo do Ilha Pura, um empreendimento da Carvalho Hosken, com um monte...

    Leia mais

Temporada de Plumas Por Xico Gonçalves
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Moda

Antes sinônimo de glamour- e mais indicado para uso em eventos sofisticados, plumas e penas agora se propõe a uma releitura divertida, e que pode ser usada tanto de dia quanto de noite.
Elas estão detalhando roupas e acessórios dentro e fora das passarelas, como um sinal forte de que viraram o alvo da moda atual.
Anthony Vacarello, o diretor de arte da Saint Laurent, trouxe no verão 2018, para o desfile tributo a Pierre Bergé, companheiro de vida de Yves, uma explosão de plumas.
A partir deste desfile inesquecível, as plumas voaram em todas as direções e para todas as grifes.
É fácil de entender o sucesso destes adereços.
A leveza e a fragilidade das plumas e penas não passam despercebidos e quando misturadas a materiais menos nobres, torna tudo especial, conferindo requinte e feminilidade mesmo em produções simples.
Abra suas asas, solte suas feras
· Plumas e penas já serviram de apelo das estrelas de cinema para combinar glamour e sofisticação.
· Maria Antonieta perdeu a cabeça por elas, usando arranjos de muitos metros.
· Na virada do século dezenove elas viraram mania, detalhando vestidos e chapéus numa voracidade tão grande que acabou extinguindo espécies raras.
· No tempo da discoteca, as penas dos anos 1970 voltaram em forma de boás, envolvendo divas como as “As Frenéticas” que cantavam embalando uma geração: “Abra suas asas, solte suas feras”.
Como conservar as plumas
Por ser uma novidade para muitas consumidoras jovens, é importante saber os cuidados certos para este enfeite, mais delicado que os bordados em pedrarias.
As plumas podem ser naturais – removidas de aves – ou sintéticas, já que o mercado oferece opções de qualidade.
Como detalhes em plumas são sensíveis e podem perder suas fibras com o uso, o ideal é guardá-los sempre dentro de um saquinho próprio, evitando o atrito com outras peças e acessórios do armário.
A melhor forma de limpar é com um espanador ou paninho úmido, evitando lavar, já que depois de molhadas, podem não ficar com a mesma aparência.
Durante sua composição, as penas são presas ao fio de sustentação com uma cola fixadora, por isso as peças com esses detalhes precisam ser mantidas longe do calor excessivo (do contrário, a cola pode derreter e a peça ficar “careca” em alguns pontos).
Se precisar lavar, lembre-se que elas precisam de um cuidado especial
As plumas podem ser lavadas com detergente de cozinha neutro e água morna.
Com os dedos, aplique uma quantidade moderada de detergente sob as plumas e massageie gentilmente.
Para enxaguar, agite-as em uma bacia com água limpa até remover a espuma ou coloque a pluma sob uma torneira com água correndo suavemente.
Os tipos de penas
Além das plumas de avestruz existem no mercado outras opções de penas como: Pavão, Garça, Ganso, Faisão, Peru, Avestruz sul americano, Galo, Galo vermelho, Galinha da guiné, Marabú (cegonha) e Pato.
Penas de pássaros em extinção e proibidas de comercialização como aigretes, ave do paraíso e outras raras podem ser encontradas em brechós ou feiras de antiguidade.
Boa parte da penas vendidas no Brasil são importadas da África do Sul e Estados Unidos.
As plumas de aves criadas do Brasil não possuem a mesma qualidade das importadas, em função da alimentação e do clima.
Somente as penas de peru, das quais há quatro diferentes variedades – asa, costas, coxa e fina – são fornecidas por grandes empresas brasileiras, como Sadia e Perdigão.
Para se ter uma ideia da importância das penas e plumas, em 2014, elas ganharam uma exposição exclusiva no Museu da Moda de Antuérpia, localizado na Bélgica.
Adote já
· Lembre-se que peças com essa textura roubam a atenção no visual.
· Plumas também criam volume na região onde estiverem, por isso pense e experimente antes de comprar.
· Customização também pode ser uma opção viável: barras de calça, de jaquetas e acessórios podem ser facilmente transformados usando plumas.



21
jun
2018
Casamento de Klebber Toledo com Camila Queiroz
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Eventos, Novidades

Klebber Toledo e Camila Queiroz, que oficializaram a relação no civil no último sábado (16/6), divulgaram fotos do álbum de casamento nas redes sociais. A cerimônia foi celebrada em Ribeirão Preto, cidade natal da atriz, em São Paulo.

No Instagram, Camila comemorou o passo significativo que deu ao lado do amado. “Família é o bem mais precioso que temos na vida. É o que nos torna quem somos, que leva a essência na alma. É a minha base. E agora somos todos uma só. Amo vocês, pra sempre”, disse ela.



18
jun
2018
Gola Em Alta Por Xico Gonçalves
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Moda, Novidades

Duas peças best-sellers dos anos 1960 pintaram em passarelas influentes como a de Balenciaga e na Prada.
Prepare-se para a gola rulê e as minissaias, ícones dos sixties que voltam para repetir o sucesso do passado.
A inovadora década de 1960 é a mais nova tendência antiga que a moda está recuperando
A volta da Rulê
É rulê, rolê ou roulé, como em francês?
Seja como for, ela está de volta.
A origem da gola rulê atual (que também é conhecida como gola olímpica, turtleneck ou Cacharel) vem dos uniformes dos operários nas fábricas japonesas, no período pós-guerra.
Como os funcionários não tinham o que vestir, as grandes companhias forneciam a blusa como um uniforme, que virou uma maneira de vincular o funcionário à empresa.
Inspirado por esta história, o estilista Issey Miyake, criou os uniformes para os funcionários da Sony.
Quando esteve no Japão, nos anos 1980, Steve Jobs conheceu Miyake e encomendou para ele um modelo preto de gola alta (como os criados para Sony) para virar sua marca registrada ao se apresentar publicamente.
Origem da rulê
Porém, a gola rolê já fazia parte da moda ocidental desde o século XV, adornada com babados e principalmente na moda masculina europeia.
No entanto, foi no século XIX que ela tomou as formas que conhecemos hoje, usada por trabalhadores, artistas e intelectuais. A partir do século XX, ela ganhou ares de contracultura e rebeldia, sendo quase um uniforme dos existencialistas, que décadas depois seriam apelidados de beatniks.
Um exemplo de look beatnik foi usado por Audrey Hepburn no filme “Cinderela em Paris”.
Embora Greta Garbo já fosse adepta da gola alta nos anos 1930, foi a partir de 1940 que as divas do cinema ficaram realmente marcadas pela turtleneck.
Ícones da moda, estrelas de cinema como Lauren Bacall, Audrey Hepburn, Marilyn e Brigitte Bardot, posaram para muitas fotos com as blusas de gola alta.
Mas a gola alta alcançou o topo, na geração que amava os Beatles e os Rolling Stones, no início da década de 1960.
Foi a modelo e atriz Twiggy, muito magra, com seus cabelos curtíssimos e cílios inferiores pintados com delineador, que incentivou as mulheres a perderem peso para se enfiarem nas malhas de gola alta.
Com ela surgiu a silhueta graveto, com mulheres tipo “sem”.
Sem bumbum, sem seios e sem quadris.
Nos anos 1970 a gola alta surgiu remodelada e com o nome do estilista francês Cacharel, embora ele nunca tenha criado nada semelhante. Este formato de blusa viralizou na época.
Adote já
• Peças com a gola cobrindo todo o pescoço, são associadas às temperaturas baixas, mas em fios leves podem ser usadas também no verão e ficam encantadoras com mangas curtas ou cavadas.
• A gola rolê é bom recurso para alongar a silhueta e o rosto e poderosa para disfarçar pescoços maduros.


Actress Marilyn Monroe at home.

14
jun
2018
1 2 3 8