• Cenoura não engorda Por Xico Gonçalves

    Sucesso entre os legumes para quem não quer engordar a calça cenoura ou clochard, entrou no cardápio da moda verão...

    Leia mais

  • Cicero leva estilo da The Paradise à papelaria

    Nesta primavera, as flores ganham mais espaço nas capas da Cicero. Para a linha especial de cadernos Floral Hype, a...

    Leia mais

  • Bela Gil traz palha de buriti para nova coleção com o Cantão

    Apresentadora, chef de cozinha natural e escritora, Bela Gil está de volta à moda. Depois de uma primeira coleção cápsula...

    Leia mais

  • O tenis com plataforma dos anos 90 voltou agora a nova versão é Ugly Sneakers

    Quem não se lembra dos exageros da moda nos anos 90 ? O antigo tênis plataforma ,voltou com força total...

    Leia mais

  • O salto de bola é um dos maiores hits do momento

    O salto de bolas de madeira é um dos maiores hits do street style desde que Jacquemus trouxe o modelo...

    Leia mais

JOIAS DO BALLET’ VOLTA AO THEATRO MUNICIPAL EM AGOSTO COM PREÇOS POPULARES
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Cultura

Recebido com entusiasmo de crítica e aplausos calorosos do público, o espetáculo Joias do Ballet, que inaugurou a temporada de dança 2018 do Theatro Municipal, em junho, volta à cena, nos dias 03, 04 e 05 de agosto. Desta vez as apresentações terão ingressos populares, a partir de R$10. A ideia é dar continuidade ao programa de popularização das artes clássicas, uma das metas do presidente do TMRJ, Fernando Bicudo: “Arte não é só para quem pode. É para quem quer”- diz ele.

O espetáculo Joias do Ballet reúne três obras de célebres coreógrafos russos criadas na efervescente passagem entre os séculos XIX e XX. Compõem o programa as obras: Le Spectre de la Rose, coreografia de Michel Fokine e música Carl Maria von Weber, Les Sylphides, também coreografada por Fokine com música de Frédéric Chopin, e Raymonda, coreografia de Marius Petipa e música de Alexander Glazunov. Além do Ballet do TMRJ, dirigido por Ana Botafogo e Cecília Kerche, a montagem conta com a presença da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal, sob a regência de Jésus Figueiredo e tem participação de alunos da Escola Estadual de Dança Maria Olenewa.

A primeira peça do programa, Le Spectre de la Rose, foi especialmente concebida para que o jovem Nijinsky mostrasse todo o virtuosismo e o brilho de seu talento particular. A estreia em 1911, no Grand Theatre de Monte Carlo, Mônaco, teve sucesso imediato e o pequeno balé se tornou uma das produções mais amadas do repertório russo.

A segunda obra do programa, Les Sylphides, é um balé curto de oito movimentos, ambientado num parque à luz da lua onde espíritos alados dançam com um poeta. Nessa sua criação, que estreou em 1909, no Théâtre du Châtelet Michel, Paris, Fokine presta homenagem aos velhos tempos do academicismo romântico.

Ambientado na Idade Média, Raymonda conta a história de uma jovem que espera o retorno de seu noivo das Cruzadas. Ela desperta a paixão de um cavaleiro oriental, mas no último momento o noivo retorna e derrota seu rival em duelo. Aí começam os preparativos para a festa de casamento. Desse balé, um clássico do espírito russo exibido pela primeira vez em 1898, no Teatro Maryinski em São Petersburgo, Rússia, o BTM apresenta o terceiro e último ato – pas d’Hangrois.

Ana Botafogo e Cecilia Kerche, diretoras do Ballet do Theatro Municipal, sintetizam assim a ideia desse programa: Joias do Ballet apresenta algumas dos célebres clássicos do repertório mundial, trazendo à cena os grandes coreógrafos russos Fokine e Petipa.
O THEATRO MUNICIPAL É VINCULADO À SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO RIO DE JANEIRO

JOIAS DO BALLET

Corpo de Baile do Theatro Municipal

Direção Ana Botafogo e Cecilia Kerche

Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal

Regência Jésus Figueiredo

PROGRAMA
Le Spectre de la Rose
Invitation à la Waltz, para piano, com orquestração de Hector Berlioz
Música Carl Maria Von Weber
Coreografia Michel Fokine
Cenário e Figurinos Léon Bakst
Libreto Jean Louis Vaudoyer, baseado no poema de Theophile Gautier
Remontagem Tatiana Leskova
Elenco
Cicero Gomes, Alef Albert
Jovem: Deborah Ribeiro e Priscila Albuquerque

Les Sylphides
Música Frédéric Chopin
Orquestração William McDermott
Coreografia Michel Fokine
Cenários e Figurinos Alexandre Benois
Remontagem Tatiana Leskova
Elenco
Mazurka: Claudia Mota ou Renata Tubarão
O Jovem: Filipe Moreira ou Diego Lima ou Paulo Muniz

Raymonda
Música Alexander Glazunov
Libreto Yuri Grigorovitch d’après Lídia Pashkova
Coreografia Yuri Grigorovich d’après Marius Petipa e Alexander Gorsky
Remontagem Galina Kravchenko
Elenco
Raymonda: Claudia Mota ou Juliana Valadão
Jean de Brienne: Cícero Gomes ou Alef Albert

APRESENTAÇÕES:

03 DE AGOSTO – 19h30
04 DE AGOSTO -19h30

05 DE AGOSTO- 17h

25
jul
2018
Arraiá de Nestor Rocha e Liliana Rodriguez
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Cultura, Destaques, Eventos, Novidades

Um dos casais mais queridos da sociedade carioca , Nestor Rocha e Liliana Rodriguez ,
receberam amigos neste sábado (14)para a famosa Festa Julina em sua fazenda São Luiz da Boa Sorte no Vale do Café em Vassouras.
Alguns convidados vieram do Rio através de ônibus fretado para ocasião e outros se hospedaram na fazenda como eu . Agora você já pode se hospedar na fazenda , o sistema criado pelo casal de hotelaria é perfeito. Na sexta-feira fomos recebidos com queijos e vinhos, na sequência foi servido jantar com comidas regionais e depois ficamos tomando vinho batendo papo e ouvindo música ao vivo com amigos. No sábado após o café da manhã fizemos uma visita guiada ao Museu do Café e depois fomos para o Spa e almoçamos.
A noite enfim fomos curtir a Festa , muito organizada , com música ao vivo , fogueira ,
comidas típicas e muita animação. Até dancei quadrilha. Amei meu fim de semana. Segue fotos da festa feitas pelo querido Sebastião Marinho

15
jul
2018
PEQUENA MISSA SOLENE’, DEROSSINI, DOMINGO NO MUNICIPAL A R$10
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Cultura

O Coro é o protagonistada próxima atração da Temporada Artística 2018 do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. A Pequena Missa Solene, do grande compositor italiano Gioachino Rossini, seráapresentada em récita única no dia 08 de julho, às 17h, homenageando os 150 anos da sua morte.O concerto, com todos os ingressos a R$ 10, faz parte do programa de popularização da música clássica.

Sob a regência de Jésus Figueiredo,a obra será executada na sua versão original para coro, solistas, piano e órgão.

Segundo o Maestro, com o objetivo de atingir volume sonoro compatível com o espaço monumental do Theatro, optou-se pela utilização de todas as 76 vozes do Coro do Municipal, ao invés de um coro de câmera, como inicialmente previsto por Rossini.

Jésus Figueiredoexplica ainda que o título da obra não se refere à duração do concerto, que tem cerca de80 minutos, mas ao formato camerístico da peça, que não prevê participação da orquestra.

Composta em 1863, na casa de campo de Rossini em Passy, essa pequena Missa Solene, última grande obra do compositor, é considerada por muitos uma espécie de testamento espiritual, como se ele tivesse pressentido a proximidade da morte. O concerto foi apresentado pela primeira vez na consagração da capela da mansão do conde e da condessa Pillet-Wiley, em Paris. Teve sua estreia para o público em 1869, ano seguinte à morte de Rossini, no Théâtre Italien, numa versão orquestral elaborada pelo compositor entre 1866 e 1867.

Como acentua Jésus Figueiredo, diferentemente da maioria das suas 40 óperas nas quais o compositor pouco escreveu para coros, a Pequena Missa Solene, fruto da maturidade, foi concebida como uma obra coral. “Ele foi muito generoso com os solistas. Compôs uma ária para cada um, além de um dueto, trio e a intervenção do quarteto solista em trechos do coro. Ao longo de uma hora e 20 minutos, Rossini distribui muito bem as massas sonoras”.

THEATRO MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

Temporada Oficial 2018

PEQUENA MISSA SOLENE
Música de Gioachino Rossini

Regência: MAESTRO JÉSUS FIGUEIREDO

CORO DO THEATRO MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO
Maestro Titular: JÉSUS FIGUEIREDO

Solistas:
MARIANNA LIMA, soprano
LARA CAVALCANTI, contralto
GEILSON SANTOS, tenor
MURILO NEVES, baixo [solista convidado]

Piano: MAESTRA PRISCILA BOMFIM
Órgão: RAMON THEOBALD

DIA 08 DE JULHO – 17h

INGRESSOS – PREÇO ÚNICO: R$ 10,00 (qualquer setor do Theatro Municipal)
Praça Floriano s/n° – Centro

Lotação – 2.226 lugares

Censura Livre

Duração: 1H20

29
jun
2018