Beleza

Procedimentos para o Verão

11 nov 2019 • por Nina Kauffmann • 0 Comentários

Projeto Verão: ainda dá tempo de recorrer aos procedimentos estéticos para ficar com tudo em cima para a próxima estação

O verão ainda não chegou oficialmente, mas os termômetros já registram altas temperaturas  dando um indício de que a próxima estação será uma das mais quentes dos últimos anos. Com isso, entram em cena os biquínis, maiôs, camisetas e shortinhos. E para quem ainda não está com o corpo em dia para abusar desses trajes, não precisa se preocupar: ainda dá tempo de recorrer a pequenas cirurgias e tratamentos estéticos para se preparar para o verão.

O cirurgião plástico Sergio Romay, aluno do renomado Ivo Pitanguy e com mais de 15 anos de experiência em cirurgias plásticas estéticas, destaca que um dos procedimentos mais procurados nessa época do ano são as próteses mamárias, popularmente conhecidas como “silicone”. Segundo o médico, essa é uma cirurgia considerada de médio porte e que tem um rápido pós-operatório: “Recebo muitas pacientes no meu consultório em busca dessa cirurgia. Os seios estão diretamente ligados à vaidade da mulher e é importante estar se sentindo bem com o tamanho e o formato, para poder colocar um biquíni ou um top. A recuperação é relativamente rápida, e em torno de 15 a 20 dias a paciente pode retomar a vida normalmente.” – esclarece. 

Uma outra cirurgia muito buscada para quem quer estar em forma para o verão – e para o carnaval – é a micro lipo, uma lipoaspiração localizada, realizada em apenas uma área do corpo. Romay destaca como o procedimento funciona: “Essa é uma cirurgia indicada para quem tem alguma queixa daquela gordurinha localizada, que mesmo com a atividade física fica difícil de queimar, como por exemplo na região do abdômen – a famosa “pochete” – ou na lateral dos joelhos, ou na região cervical, também chamada de “papada”. O pós-operatório dura de 10 a 15 dias então ainda é possível ver os resultados para o verão” – informa o médico.

Outra possibilidade são os procedimentos estéticos menos invasivos, especialmente na região da face, como aplicação de toxina botulínica e preenchimento com ácido hialurônico nos lábios, nas olheiras e nas marcas de expressão. Sergio Romay é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e alerta que, para qualquer intervenção, é importante buscar referências e certificações do médico, não utilizar produtos e materiais caseiros e não realizar os procedimentos em locais não apropriados. O especialista destaca ainda a necessidade de internação e realização de todos os exames pré-operatórios para a realização de qualquer cirurgia, por menos invasiva que seja.

Comente Aqui
Posts Anterior
Próximo Post