• A arte da superação

    A história de Abyner Gomez, de 23 anos, que começou a desenhar aos quatro anos Filho mais velho de um...

    Leia mais

  • O Preto Maravilha por Xico Gonçalves

    Quem consegue imaginar a atriz Audrey Hepburn sem o tubinho preto criado pelo costureiro francês Hubert de Givenchy, em 1961...

    Leia mais

  • Copa América promete carnaval fora de época no Rio de Janeiro

    A Copa América será realizada pela 5ª vez no Brasil e o Rio de Janeiro transformará o evento em um...

    Leia mais

  • Bruna Marquezine nova parceria com Intimissimi

    Na noite desta terça-feira (11/06), a Intimissimi realizou uma festa em Ipanema. O evento celebrou a parceria da label italiana...

    Leia mais

  • ARRAIÁ DO FASHION MALL

    O grande agito deste Domingo (09/06), ficou por conta do Arraiá do Fashion Mall. Uma das festas mais tradicionais e...

    Leia mais

Prêmio de Dança Cesgranrio
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Cultura

A primeira edição do Prêmio Cesgranrio de Dança aconteceu no dia 21 de maio no Teatro Cesgranrio. Ana Botafogo, madrinha do prêmio, foi a apresentadora da noite. A cerimônia iniciou com a apresentação do balé Fauno. Em seguida, Ana apresentou o troféu que seria entregue aos vendedores da noite. O troféu leva o nome de Mercedes Batista, a primeira bailarina negra do Thetaro Municipal do Rio de Janeiro.

Das categorias previstas para esse ano, uma foi cancelada. Como não houve indicados para Intervenções em Espaços Urbanos, a Fundação Cesgranrio decidiu premiar dois vencedores na Categoria Especial.

O professor e pesquisador Paulo Melgaço anunciou os vendedores de Melhor Coreografia e Melhor Categoria Especial. O coreógrafo Alex Neoral venceu a categoria Melhor Coreografia, pelo trabalho em “Still Reich / Keto”. Na Categoria Especial, os vencedores foram Fabiano Carneiro, pela gestão artística do Teatro Cacilda Becker e o Coletivo Negraação, pelo trabalho de promoção das danças negras.

O coreógrafo Renato Vieira entregou o prêmio de Melhor bailarino para Tiago Oliveira (Fauno) e de Melhor Bailarina para Marina Salomon (Natsu). Carlinhos de Jesus entregou o Prêmio de Melhor Espetáculo para In(in)Terrupto, da Companhia Híbrida.

A homenageada da primeira edição do Prêmio Cesgranrio de Dança foi a ex-bailarina, coreógrafa e professora de balé Tatiana Leskova. Naturalizada brasileira, Tatiana Leskova mora no Brasil desde 1944. Ela fez parte do Corpo de Baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro nos anos 1950, e criou uma escola de dança responsável por formar diversos bailarinos profissionais. Tatiana dedicou a vida para a dança e, aos 96 anos, ainda está em atividade.

– Estou muito feliz em receber esta homenagem, da primeira edição deste prêmio. Desejo que os profissionais tenham uma vida plena na dança como eu tive. A minha vida é aqui no Rio, no Theatro Municipal. Eu amo aquele teatro. Ele é a minha vida. Muito obrigada, – finalizou Tatiana fazendo reverência de bailarina para Carlos Alberto Serpa, presidente da Fundação Cesgranrio.

Em seguida, Serpa agradeceu a Ana Botafogo pelo empenho no Prêmio Cegsranrio de Dança.

– Quem conhece a Ana sabe que ela é uma figura magnífica. E agora, como se faz no balé, agradecendo muito a colaboração que você deu como nunca para que este prêmio existisse, eu faço a você uma reverência.

– Eu que agradeço a você, Serpa, em nome da Dança, por lançar esse prêmio tão importante para a cultura, – disse Ana.

Durante a noite, intervenções artísticas de diferentes estilos de dança foram apresentadas com sapateado, duo de dança negra e dança urbana e trio de dança contemporânea com bailarinos e musicistas.
Os vencedores de 2018 foram escolhidos pelo júri formado por Adriana Pavlova, Marcelo Misailidis, Paula Mori, Caio Nunes e Rubens Barbot.

Fotos Marcelo Borgongino

22
maio
2019
Lançamento do livro “MMM Roberto”, da Editora TIX, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon.
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Cultura

Considerados por seus pares como os mais importantes arquitetos modernistas
cariocas, os irmãos Roberto – Marcelo, Milton e Maurício, também chamados de
MMM – nunca tiveram uma publicação que destacasse a importância de suas
obras. Até agora.

No livro “MMM Roberto”, a editora Ana Borelli dá destaque ao acervo do
escritório dos arquitetos, que funcionou de 1935 a 1990. Além dessa coleção
pessoal, a publicação apresenta textos dos próprios irmãos, e também um
ensaio com fotos atuais de seus projetos.

Para se ter uma ideia da relevância deste legado, eles foram responsáveis
por importantes marcos arquitetônicos na cidade do Rio, como a sede da
Academia Brasileira de Imprensa (ABI), o Aeroporto Santos Dumont, o
residencial do Parque Guinle e o Instituto de Resseguros do Brasil (IRB).

Os irmãos Roberto também já apresentavam uma preocupação com o impacto
ambiental de suas obras, bem como a inovação do uso de tecnologia e novos
materiais em suas construções.Publicado pela editora TIX, o livro foi lançado nesta segunda feira 20/05 na Livraria da Travessa do Shopping Leblon.

Fotos Marco Rodrigues

 

22
maio
2019
Diesel arma uma festa de lançamento do novo smartwatch pilotada por Rafael Zulu
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Moda

No dia 21.05, terça-feira, a Diesel armou uma festa de lançamento de seu novo smartwatch pilotada pelo embaixador da marca Rafael Zulu, no Village Mall. Na ocasião a marca lança a quarta geração de relógios Diesel On que traz o DNA da marca, unindo tecnologia e funcionalidade.
Fotos Bruno Ryfer

22
maio
2019