• A arte da superação

    A história de Abyner Gomez, de 23 anos, que começou a desenhar aos quatro anos Filho mais velho de um...

    Leia mais

  • O Preto Maravilha por Xico Gonçalves

    Quem consegue imaginar a atriz Audrey Hepburn sem o tubinho preto criado pelo costureiro francês Hubert de Givenchy, em 1961...

    Leia mais

  • Copa América promete carnaval fora de época no Rio de Janeiro

    A Copa América será realizada pela 5ª vez no Brasil e o Rio de Janeiro transformará o evento em um...

    Leia mais

  • Bruna Marquezine nova parceria com Intimissimi

    Na noite desta terça-feira (11/06), a Intimissimi realizou uma festa em Ipanema. O evento celebrou a parceria da label italiana...

    Leia mais

  • ARRAIÁ DO FASHION MALL

    O grande agito deste Domingo (09/06), ficou por conta do Arraiá do Fashion Mall. Uma das festas mais tradicionais e...

    Leia mais

Massimo Tancredi é homenageado no Rio
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Eventos

O italiano radicado na Malásia ,Massimo Tancredi foi homenageado dia 17/05 com o título de Embaixador de Turismo do RJ pelo professor Bayard Boiteux ,que idealizou e coordena o projeto há 30 anos ,em conjunto com a Fundação Cesgranrio .

Massimo que é um apaixonado pelo Rio ofereceu um jantar asiático em sua residência carioca no Rio ,em
Ipanema ,para um grupo formado por outros embaixadores e amigos ,para comemorar a homenagem .Para Boiteux ,Massimo vai nos promover nos 3 Países onde mora além do Brasil :Italia ,Malásia e Singapura e desenvolver ações promocionais institucionais
Fotos Vera Donato

19
maio
2019
MIL E UMA UTILIDADES Por Xico Gonçalves
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Moda

CAMISA
A camisa realmente é tudo. É a conexão de vários mundos, um consenso de se vestir elegantemente e ainda ficar sexy.
A palavra “camisa” tem origem no latim medieval “CAMISIA”, ‘roupa de dormir’, derivado do grego “KÁMASOS”, ‘túnica’.
Alguns historiadores acreditam que ela se originou em Roma, outros que foi na Idade Média.
As camisas, inicialmente, eram usadas para cobrir o corpo como proteção, pijama ou roupa de baixo. A função era basicamente a de higiene e para proteger os tecidos mais nobres usados por cima.
Na época, só existiam camisas brancas e eram vestidas pela nobreza.
O colarinho era alto e sem dobras e era vestida por cima da cabeça. Algumas continham detalhes, como os punhos e colarinhos rendados. Com o passar do tempo, foram sendo implementados os punhos e colarinhos do mesmo tecido – e então passaram a ter um papel mais importante, se transformando em vestimenta visível.
No início no século 20, a peça começou a ser utilizada em público por homens de todas as classes sociais
Antes da Primeira Guerra Mundial, o punho duplo foi inserido no desenho da camisa. Nessa época, começaram a fazer sucesso nos armários masculinos camisas sociais mais parecidas com as que estamos acostumados a ver nos dias de hoje.
A partir de então, a indústria têxtil, incentivada pela cultura – principalmente cinematográfica – passou a investir em camisas diferentes. Novas cores e tecidos foram lançadas.
A popularização no figurino feminino se deve a Chanel, mas foi Audrey Hepburn quem deu glamour a peça.
A atriz, eterno ícone de bom gosto e elegância, quem começou a usar a camisa de maneira feminina e especial, indo além do obvio.
Sharon Stone também subverteu e impressionou a todos ao combinar a camisa branca Gap do marido com saia de cetim Vera Wang, na festa do Oscar de 1999.
A estilista Carolina Herrera fez da camisa branca sua marca registrada. É rara a foto que ela não aparece com esta peça.

Como escolher a camisa certa
Uma camisa de bom corte e cor correta talvez não mude a vida de uma pessoa, mas sem dúvida poderá facilitar bastante a hora de vestir, por ser um dos básicos mais versáteis do guarda roupa.
Camisas nunca são demais em um guarda roupa. Avalie as camisas de um homem. São todas iguais. Mesmo tendo sempre a mesma forma, mudando só os tecidos, conseguem modificar o visual masculino a cada troca de modelo.
· Procure modelagens no estilo masculino social. Nunca sai de moda.
· Existem muitas opções no mercado, mas nem sempre as mais caras significam a melhor escolha.
· Os detalhes técnicos e o tecido nestes básicos são mais importantes que a criatividade.
· É fundamental que a camisa seja confortável, nem justa e nem larga demais.
· As cavas devem ter espaço para os movimentos.
· Busto pequeno se beneficia com bolsos aplicados.
· Quanto menos detalhes, mais versáteis de combinar.
· Escolha camisas com botões e costuras na mesma cor
· A localização das cáseas merece atenção. Muito baixas deixam o sutiã a mostra, exigindo os terríveis alfinetes de segurança.
· Adapte o modelo da camisa ao formato do corpo. Justas para quem está em forma, médias em barriga ou volumes laterais e soltas (modelagens quadradas) para graúdas e mulheres em geral.
· Seu quer destacar a cintura, escolhas modelagens ajustadas e use as “fraldas” da camisa sempre por dentro do cós da saia ou calça.
· Se os quadris, coxas e bumbum estão fora das medidas, tente a camisa como disfarce, soltas por fora das calças ou abertas sobre camisetas mais justas e escuras.
Tecidos e padronagens
· Os tecidos são os primeiros indicadores da qualidade. Para o dia prefira as camisas de tricoline, oxfordine, sarja ou popeline de algodão, lisas ou listradas. Amassam pouco e são firmes na textura. O fio Tencel também é muito gostoso no contato com a pele. À noite cetim, seda e estampas conferem um toque sofisticado ao look.
· As tricolines de fibras longas são macias e bem mais caras, mas de modo geral, o algodão é sempre uma boa opção.
· O melhor algodão é o superfino que vem do Egito pelas fibras mais longas que garantem tecidos leves, acetinados e caros.
· Camisas com fio elastano na composição do tecido proporciona mais conforto nas modelagens ajustadas.
Cores
· Ao escolher tons para o verão opte pelas que suportam manutenção sem mudar o tom.
· As cores mais claras e as brancas desbotam menos nas lavagens que às escuras e vivas.
· Para a noite, camisas escuras dão um toque de charme e sensualidade.
Construção
· A camisa deve vestir como uma jaqueta, permitindo o movimento dos braços e espaço para camisetas ou suéter de gola roulê por baixo.
· Considere o comprimento. Bainhas que terminam na linha dos quadris, ou acima, ampliam o volume onde encostam. O comprimento para qualquer corpo deve esconder as nádegas.
· A manga não deve ser nem curta, ao dobrar o braço e nem longa parecendo herança de alguém maior. As camisas de manga comprida podem ser usadas todo o ano, com o charme de dobrar a manga, no verão.
Colarinho
· O colarinho é o “colar” da camisa. Tem que vestir confortável e enfeitar.
Deve ser macio e bem feito para não repuxar nas costuras. Pode ter botões na gola, como as camisas masculinas.
· O tamanho deve sobrar levemente no pescoço.
· Colarinhos bicudos alongam os rostos redondos ou grandes e os abertos “ampliam” a linha dos rostos pequenos ou finos.
· Quem tem o pescoço longo pode usar a gola virada para cima.
· Quem tem muito busto ou pescoço curto, deve abrir alguns botões e levantar levemente a gola atrás.
Motivos para usar camisas
Além de vestir bonito, graças ao colarinho que forma uma moldura para o rosto, a camisa tem mil e uma utilidades.
· Servem como abrigo para peças decotadas
· Disfarçam quilos extras se usadas abertas e soltas sobre roupas neutras
· Vestem bem com saias, calças e até sobre vestidos.
· É uma peça considerada sexy pelos homens
· Pode ser usada em qualquer estação e temperatura.
· A manutenção é econômica. Pode ser lavada em casa.
· Use com echarpes de dia e colares ou gargantilha à noite.
Camisa branca
· Impossível ignorar o apelo desta peça que veste todas as tribos.
· Unanimidade nas passarelas de moda e nas ruas, é peça indispensável em qualquer guarda-roupas.
· A camisa branca é clássica, chique, versátil e se ajusta a todo estilo e orçamento.
· Ponto de luz para os cinzas, pretos, marrons e outros tons escuros.
· Ilumina o rosto e refina outros básicos.
· Veste bem com tudo, da calça a produção social. Pode compor tão bem com um jeans como com saia de paetês á noite.
· Além de se harmonizar com todos os tons de pele, é a cor de mais fácil manutenção.
· Na noite, as camisas brancas podem brincar com transparências e acetinados, usadas com calças ou saias longas e alguns botões estrategicamente abertos.

Off-White RTW Spring 2019

19
maio
2019