• Cicero leva estilo da The Paradise à papelaria

    Nesta primavera, as flores ganham mais espaço nas capas da Cicero. Para a linha especial de cadernos Floral Hype, a...

    Leia mais

  • Bela Gil traz palha de buriti para nova coleção com o Cantão

    Apresentadora, chef de cozinha natural e escritora, Bela Gil está de volta à moda. Depois de uma primeira coleção cápsula...

    Leia mais

  • O tenis com plataforma dos anos 90 voltou agora a nova versão é Ugly Sneakers

    Quem não se lembra dos exageros da moda nos anos 90 ? O antigo tênis plataforma ,voltou com força total...

    Leia mais

  • O salto de bola é um dos maiores hits do momento

    O salto de bolas de madeira é um dos maiores hits do street style desde que Jacquemus trouxe o modelo...

    Leia mais

  • A aposta do suíço Kévin Germanier na sustentabilidade

    Enquanto estava cursando moda na Central Saint Martins, Kévin Germanier usava de lençóis a sobras de tecidos dos colegas como...

    Leia mais

3 marcas de alta costura cariocas que você precisa conhecer Por Paula Bedran
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Moda, Novidades

Quando a brasileira pensa na moda carioca, o que lhe vem à cabeça são vestidos estampados, shortinhos e biquínis, e muito talvez um vestido sensual recortado para exibir o corpo e o bronze, que, convenhamos, são características bem especiais da cidade maravilhosa. Mas nem só de sol e mar vivem as cariocas…o Rio de Janeiro é famoso pelas festas de casamento suntuosíssimas pelos salões do Copacabana Palace, os terraços do MAM, os corredores da Ilha Fiscal, sem contar os festões na serra de Itaipava ou pelas praias de Búzios. Portanto, alguma coisa acontece no meu coração quando chega alguma paulistana dizendo que no Rio de Janeiro não tem opção de vestido de festa. “Ah, tem a Martu”, relembram algumas, que já frequentaram as exposições do Evento Casar, Constance Zahn ou Inesquecível Casamento. E foi por essas e outras que a gente decidiu provar que o Rio de Janeiro é PHD em vestidos de festa e não fica nada atrás de muita marca poderosa por aí, a única diferença é que as donas dessas marcas, por escolha própria, preferem ficar no slow fashion e produzir poucos mas bons.
Seguem as marcas que você deveria conhecer:
Julia Parker
A Júlia Parker é uma história de vida em si. Engenheira por formação, nunca combinou com a faculdade que cursava, e foi quando foi chamada para trabalhar na Isabela Capeto que se jogou no mundo da moda. Trabalhou por um tempo na marca, passou pela Leeloo, abriu sua própria marca, e quando um dia uma cliente entrou na loja pedindo para ela fazer um vestido de noiva à partir de um top que tinha comprado na loja, que o dom da Júlia para vestidos de festa finalmente se aflorou. Foram alguns vestidos de noiva em paralelo à produção cada vez maior da sua marca, e o crescente espaço que os vestidos tomavam na sua vida junto com a sua desilusão em ter que aumentar a produção da marca coleção após coleção que deram origem ao ateliê. Hoje a Júlia atende no seu ex-quarto na casa deliciosa dos pais no Itanhangá na Barra da Tijuca e produz quase tudo sob-medida. Para as madrinhas, há uma espécie de catálogo com as opções de cada vestido em cada cor que ela costuma produzir e custam em torno de 900 reais, e para as noivas, além das opções que ela tem em seu restrito mostruário, o céu é o limite. Só que em épocas de menos é mais, não exageremos por favor.
Rua Engenheiro Neves da Rocha, 469



Marília Dias
Quando visitei o ateliê da Marília pela primeira vez, há 2 anos atrás, quase perguntei se podia me hospedar ali por um tempo. Ficava no segundo andar do seu apartamento rústico-chic na parte calma de Ipanema. E parece que este ar do apartamento é transferido para os seus vestidos, todos sofisticados e inovadores, com modelagens modernas desenvolvidos principalmente para noivas que querem sair do tradicional. São bordados e tecidos únicos e exclusivos, todos idealizados e desenvolvidos pela estilista junto com a cliente. Mas as inovações não param por aí: dentro dos próximos meses, a Marília irá lançar um serviço em que as clientes terão a opção de escolher tops e saias de inúmeros modelos para então criar o vestido de noiva dos sonhos. Como costumo dizer, sair da caixinha é uma das maiores vantagens de slow fashion.
Rua Joana Angélica, 192 (atendimento com hora marcada)

Marina Franceschetti
A trajetória da Marina quase que intercala à da Julia Parker. Marina é formada em desenho industrial e começou a carreira na moda trabalhando com a Isabela Capeto, aonde produzia figurinos e vestidos de noiva. Logo depois foi para a Animale, aonde trabalhou na criação de vestidos de festa, mas foi apenas quando nasceram seus filhos que ela decidiu focar na produção própria. Hoje em dia tem seu próprio ateliê, em Ipanema aonde atende com hora marcada, trabalhando primordialmente com rendas francesas, todas encomendadas diretamente de fábricas francesas, e tecidos leves, num estilo mais romântico e delicado. OS vestidos de noiva partem de 7 mil reais, devido ao valor dos tecidos e rendas, mas os vestidos de festa sob medida partem de 2 mil reais e os modelos prêt-à-porter chegam a custar 400 reais. Nada mal para uma produção tão exclusiva quanto essa!
Atendimento com hora marcada através do tel: 21 998739833

10
ago
2018
Renovando o papai Por Xico Gonçalves
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Destaques, Moda, Novidades

Aproveito o Dia dos Pais e se presenteie com um visual contemporâneo
Mesmo conservadora, a moda masculina muda.
Parecer atualizado na maneira de vestir serve como depoimento de que estamos prontos e abertos para grandes desafios, até para os que a moda apronta.
O segredo de usar a moda em qualquer idade é adapta-la para o estilo de vida, sempre com um toque de descontração.
Vestir formalmente ou todo certinho é figurino para aparentar mais idade.
Roupas casuais e alguns cuidados na hora de vestir renovam qualquer homem e qualquer faixa de idade.
Nestas fotos do desfile do estilista italiano Giorgio Armani para o Verão 2019, peças clássicas ganharam modernidade com os novos volumes propostos para a moda masculina.
As calças estão bem folgadas e com as bainhas curtas.
As camisas foram substituídas pelas camisetas.
Como vocês estão vendo, tudo é muito relax, solto ao corpo e com novas receitas de usar as roupas tradicionais.

Fonte da Juventude
Se ligue nas roupas.
Use roupas modernas, sem ser modernosas e fuja de estampas exageradas que geralmente não combinam com a idade.
Procure qualidade e atualidade na maneira de vestir.
Escolha um estilo esportivo ou formal com volumes modernos, mas cores sóbrias.
Substitua o que perdeu com a idade por matérias primas de qualidade.
Use as roupas bem passadas, impecáveis. Amassados dão sinal de “usado” na aparência.
Use e abuse dos volumes ditados pela moda, especialmente quando as tendências sinalizam para cortes confortáveis.
Adote as novas propostas de volume em tecidos, modelagens e cores neutras.
Adote peças superiores folgadas, usadas para fora das calças. Disfarça a barriga e dá um toque jovem.

Se jogue nas cores neutras
Qualquer homem, mesmo os maduros podem se beneficiar da moda, desde que escolha roupas e acessórios em cores discretas.
Uma camisa bege ou acinzentada ou em tons claros, usados com calças neutras, vão mostrar o corpo por inteiro, distribuindo melhor os volumes e suavizando a imagem.
Nas calças, acompanhe os lançamentos, mas evite exageros.
A moda atual recomenda calças mais justas nos modelos mais formais e formatos amplos, inspiradas em esportes radicais, nas calças esportivas.
A calça chino (estas de gabardine cáqui) é fundamental.
Este básico rejuvenesce o look, sem nunca errar o passo, e combina com tudo que você tem no armário.
Elas são confortáveis como os jeans, só que mais formais.
As modelagens mais modernas estão folgadas, mas a calça justa, chamada de slim ainda está valendo para homens com corpo enxuto.
Use com camisas ou camisetas básicas em cores neutras ou brancas.

Jeans Mania
Novas modelagens de jeans renovam o visual, já que este material está intimamente ligado a juventude.
A tendência masculina ainda é dos jeans com cintura baixa (favorece até quem tem barriga) e pernas ajustadas.
Algumas marcas de vanguarda subiram o cós, mas vai custar para pegar.
As lavagens nos jeans também são importantes.
As atuais se chamam Vintage e se parecem ao jeans gasto pelo corpo com desbotados e vincos localizados.

Tricô é top
Use-os com decotes “V” sobre camisetas brancas em cores discretas ou suaves.
A gola alta, mais solta ao pescoço favorece o contorno do rosto.
Evite as malhas com gaita na barra em favor das modelagens tipo túnica que favorecem melhor quem está fora do peso.

Atualize os óculos
Ouse, sem importar a idade.
As modelagens de óculos mudam de acordo com as tendências de roupas.
Quem precisa usar óculos deve ter um modelo básico para todas as horas e anualmente atualizar as armações.
Um truque usado pelos editores de moda é usar óculos escuros ou coloridos de noite. Toque fashion para quem os precisa para ler. As lentes escuras disfarçam a busca do foco pelos olhos nas lentes bifocais.

Atenção na escolha de cintos
Atualize sempre. Cintos formais, só com traje.
No vestir esportivo, cintos castanhos ou pretos em couro a fio ou cadarços.

Com Jeans
Com os jeans evite cintos ou escolha modelos de cintos bem esportivos.
Na dúvida, elimine o cinto das calças. Colabora para um visual relax.

Sapatos
Sapatos são registro de modernidade e modelos do passado comprometem o visual.
Um novo sapato contamina de modernidade qualquer básico.
Invista em modelagens e nunca nas cores. Com um sapato preto nunca se erra.
Sapatos com modelagens e volumes modernos atualizam o visual, até para quem veste clássicos. Os sapatos e botas atuais estão com o bico fino.
Atenção aos tênis. Estes calçados esportivos, além de estarem em alta rejuvenescem a imagem.
Um tênis branco é muito importante nesta temporada e veste com tudo, só não vai a lugares formais.
Meias descoladas
As meias são também sinal de modernidade e um detalhe que apesar de pequeno, se torna importante no resultado final.
A regra tradicional das meias é combinar o tom com o sapato ou com a calça em busca de um alongamento, mas atenção as modernas meias coloridas.
Meias diferentes ou coloridas estão na moda e servem como presente para os papais modernos.
O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, é um exemplo de homem que tem um gosto especial por meias descoladas.
Em diversas aparições públicas, as meias “mensagens” de Trudeau chamam a atenção do público e ajudou a aumentar (ainda mais) sua popularidade.
O The New York Times batizou o tino fashion de Trudeau como “sock diplomacy”, ou “meias diplomáticas”, uma estratégia política de enviar mensagens sem precisar falar sobre o assunto.
Você também pode se valer desta comunicação não verbal no seu dia a dia, em qualquer idade.

Foco no cabelo
É a moldura do rosto.
Os cortes mais maneiros usam máquina em diversas graduações com as laterais curtas e volume no topo do crânio.
Este corte é bem legal porque diminui os cabelos brancos, geralmente mais fartos nas têmporas.
Se ligue que não adianta vestir moderno com um corte de cabelo ultrapassado.
A moda também sobe para as cabeças, e um look capilar descolado é fundamental na harmonia do conjunto.
Trocar de cabeleireiro pode significar mudanças.
Escolha salões modernos e se entregue a novas aventuras. Se não gostar, lembre-se que o cabelo cresce e aparece.
Se estiver calvo, corte curto, à máquina, com graduação um ou dois. Tentar disfarçar a calvície muitas vezes cria resultados piores que encarar a realidade. O Trump que o diga!
Nos cabelos brancos ou grisalhos, o mais sensato é um corte bem moderno, mantendo-os na cor natural.
Nas mulheres a tintura de cabelo funciona perfeitamente.
Nos homens a cor geralmente fica artificial e os fios ressecam.
Dá para perceber a um quilometro que o cabelo é tingido.
Para os que não conseguem conviver saudavelmente com os brancos, sugiro mechas invertidas com a tinta na cor do cabelo original ou o uso do gel que dá uma “escurecida” nos fios.
Elimine semanalmente os pêlos das orelhas, nariz e sobrancelhas.
Nada entrega mais a idade que pelos fora do lugar.
Um homem atualizado no visual, jamais registra a verdadeira idade.
Um abraço para os pais no seu dia e em todos os dias

10
ago
2018
Zerezes x Mari Giudicelli
Postado por Nina Kauffmann - Categorias: Moda

A designer de sapatos radicada em Nova York Mari Giudicelli assina os modelos
A marca de óculos Zerezes lança esta semana uma coleção desenvolvida em parceria com a designer de sapatos carioca radicada em Nova York Mari Giudicelli. A collab nasceu do amor em comum pela manufatura e cuidado na escolha dos materiais nos mínimos detalhes. São três modelos solares de acetato (Buriti, Nambu e Cardeal), cada um em até quatro opções de cores e texturas. As formas contrastam contemporaneidade com nostalgia, incluindo desde um desenho mais amplo e robusto até o atualíssimo gatinho fininho, tendência forte deste ano.

A coleção está à venda nas lojas Zerezes e online por R$ 580 cada peça.

Sobre a Zerezes

A Zerezes é uma marca de óculos guiada pelo design e respeito à matéria prima e pessoas envolvidas em seu processo. A vontade de criar nossa própria forma de trabalhar e se relacionar com materiais e pessoas nos levou aos óculos feitos de madeiras encontradas pelas ruas do Rio. Estendemos a nossa atuação com uma linha feita com a serragem gerada no processamento dos óculos de madeira, e outra feita com acetatos – parte deles garimpados de fábricas antigas desativadas. Nossos óculos são feitos à mão por pequenos produtores situados no estado do RJ, com lentes e peças feitas pelos melhores fabricantes do mundo. [e contam com lentes produzidas pela Carl Zeiss Vision, com 100% de proteção a raios UV].

10
ago
2018